soluções para cidades
Foto: iStock

Por Jonas Valente | Agência Brasil

Na última quinta-feira (5), foi lançado o Observatório de Inovações para Cidades Sustentáveis. O projeto visa reunir informações, propostas e exemplos concretos de iniciativas e políticas públicas em âmbito municipal que contribuem para promover a melhoria da qualidade de vida das pessoas e o fortalecimento da situação do meio ambiente.

O projeto é uma parceria do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), do Programa para o Meio Ambiente da Organização das Nações Unidas (PNUMA) e o Centro de Gestão de Estudos Estratégicos (CGEE).

Agricultura urbana / Foto: iStock

A plataforma traz soluções e estudos de casos bem-sucedidos. Dentre as soluções estão 222 propostas de políticas públicas que podem ser desenvolvidas por gestores municipais. Dentre os estudos de casos, foram sistematizadas 358 experiências já realizadas e analisadas pela equipe do projeto.

As iniciativas foram reunidas a partir de um conjunto de temas relacionados à sustentabilidade nas cidades, como mobilidade, água, energia, ambiente construído e “soluções baseadas em natureza”. Cada item pode ser visto juntamente a 50 indicadores e a tipologias em um ambiente geolocalizado, em que o usuário visualiza o município ou conjunto de cidades.

“A plataforma tem como objetivo criar ambiente moderno, interativo, acolhendo sugestões de desenvolvimento tecnológico, de questões que promovam a inovação nos grandes ambientes urbanos à luz dos grandes desafios que cidades do mundo enfrentam para gerar um ambiente mais agradável, sustentável, repercutindo na qualidade de vida dos cidadãos”, disse o presidente do CGEE, Márcio Miranda, no evento virtual de lançamento.

Segundo o gestor de portfólio do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), Asher Lessels, o observatório fornece um grande banco de dados de soluções para ajudar a enfrentar desafios urbanos.

“São soluções que vão promover o desenvolvimento sustentável, que resultem em cidades sustentáveis, com benefícios para os habitantes das cidades. Acreditamos que o observatório tem papel forte no apoio às cidades para gerar uma recuperação verde melhor da situação da pandemia”, destacou Lessels.

Confira em: Observatório de Inovações para Cidades Sustentáveis.