O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) registrou uma diminuição das áreas desmatadas na Amazônia nos meses de março e abril, em relação ao primeiro bimestre do ano. Os dados foram obtidos através do sistema de Detecção do Desmatamento em Tempo Real (Deter).

As informações são de que o total da área desmatada entre março e abril, chegou aos 103,5 km², praticamente metade do desmatamento inicial do ano, que ultrapassou os 200 km².

A parte mais desflorestada do Brasil está no Mato Grosso. O percentual desmatado somente nesse estado da região Centro-Oeste corresponde a 73% de todo o desmatamento brasileiro.

Fonte: Estadão

Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.