Inicio Meio Ambiente Planta cresce fechada em garrafa há 56 anos

Meio Ambiente

Planta cresce fechada em garrafa há 56 anos

Em 1960 o inglês David Latimer resolveu inovar e apostou na criação de um jardim dentro de uma garrafa. Deu certo.

13 de julho de 2016 • Atualizado às 15 : 10
Planta cresce fechada em garrafa há 56 anos

A única relação que existe entre a planta e o mundo que está além da garrafa, é a incidência da luminosidade natural do sol. | Foto: Divulgação

58.70K
0

Em 1960 o inglês David Latimer resolveu inovar e apostou na criação de um jardim dentro de uma garrafa. A ideia surgiu apenas como uma forma de dar utilidade aos recipientes que seriam descartados, mas o resultado é um fenômeno da natureza.

Conforme informou Latimer ao jornal britânico Daily Mail, a intenção era apenas fazer um experimento. Mas, 56 anos depois o que ele tem é um verdadeiro jardim engarrafado que cresce sozinho e saudável. Era um domingo de páscoa quando o inglês teve a ideia de plantar uma muda de Tradescantia em uma garrafa de dez litros. O recipiente já possuía ácido sulfúrico e o que ele fez foi acrescentar um composto, juntamente com a terra, e colocar, cuidadosamente, uma muda, completando o processo com um litro de água.

A planta permaneceu intacta durante doze anos. Foi em 1972 que Latimer abriu a garrafa pela primeira e única vez, para acrescentar mais água ao recipiente. Desde então o jardim fechado tem crescido sem que haja contato com o ambiente externo.

A única relação que existe entre a planta e o mundo que está além da garrafa, é a incidência da luminosidade natural do sol. Esta é a explicação para o desenvolvimento da espécie. A luz permite que as plantas realizem a fotossíntese, garantindo a energia necessária para o crescimento. Este processo também cria oxigênio e deixa o ar mais úmido. Esta umidade, por sua vez, se acumula no interior da garrafa e se transforma em “chuvas”. As folhas que caem liberam o gás carbônico, essencial para a conclusão do ciclo.

O paisagista e apresentador inglês Chris Beardshaw acredita que esta seja a demonstração do perfeito ciclo de vida. Ele também caracteriza este evento como a demonstração ideal de como as plantas podem se adaptar de acordo com as circunstâncias naturais impostas a elas.

O jardim de Latimer permanece exposto em sua residência em Cranleigh, no Reino Unido.

Redação CicloVivo

(58703)

logo
Fechar
Abrir
logo