Inicio Mobilidade Escola italiana dá pontos extras aos alunos que vão de bicicleta às aulas

Mobilidade

Escola italiana dá pontos extras aos alunos que vão de bicicleta às aulas

O projeto incentiva o uso do transporte alternativo para reduzir a poluição.

13 de setembro de 2016 • Atualizado às 11 : 50
Escola italiana dá pontos extras aos alunos que vão de bicicleta às aulas

Para ganhar o bônus, os alunos precisam usar a bike para ir à escola, pelo menos, três vezes por semana. | Foto: iStock by Getty Images

8.21K
0

13Os alunos de uma escola pública italiana têm ganhado pontos extras por irem de bicicleta à escola. O projeto, apelidado de Bike Control, foi idealizado por um ex-aluno e busca incentivar o uso do meio de transporte alternativo como forma de reduzir as emissões de poluentes.

O programa é aplicado há mais de um ano na escola de ensino médio Liceu Antonio Meucci, em Aprili, cidade próxima a Roma. Conforme informado pela reportagem da BBC Brasil, é necessário que os alunos usem a bicicleta para ir de casa à escola, pelo menos, três vezes na semana, para que ganhem a bonificação.

O responsável pela iniciativa é o estudante de engenharia Lorenzo Catalli, ex-aluna da escola. Segundo ele, a ideia surgiu quando ele ainda estava no ensino médio e ia diariamente ao colégio de carro, com seu pai. No trajeto, enquanto estavam parados no trânsito, surgiu a indagação sobre a quantidade de poluentes que seriam evitados se os jovens trocassem os automóveis pelas bicicletas.

Para que o projeto funcione e haja o controle sobre o uso da bicicleta, as bikes são equipadas com um sensor, criado pela Universidade La Sapienza, em Roma. O equipamento controla a distância percorrida e a quantidade de gás carbônico que deixa de ser emitida na atmosfera, comparando a um carro.

As informações são trocadas por pequenos bônus, que ajudam a complementar a nota dos alunos, como se fossem atividades extra-curriculares. Em entrevista à BBC Brasil, o diretor da escola, Antonio Perrone, explicou que os jovens já possuem uma série de práticas que entram como créditos de formação, entre elas estão trabalho voluntário e estudo de línguas, mas, esta é a primeira vez que a bicicleta é inclusa na lista. O programa tem ajudado os alunos a conquistarem a pontuação necessária para ingressarem na universidade, ao mesmo tempo em que promove a conscientização ambiental.

Redação CicloVivo 

(8205)

logo
Fechar
Abrir
logo