Inicio Vida Sustentável Crianças que não escrevem à mão têm mais dificuldade no aprendizado, diz estudo

Vida Sustentável

Crianças que não escrevem à mão têm mais dificuldade no aprendizado, diz estudo

É preciso ter cuidado ao substituir cadernos por computadores.

23 de fevereiro de 2016 • Atualizado às 12 : 07
Crianças que não escrevem à mão têm mais dificuldade no aprendizado, diz estudo

A escrita motora está diretamente ligada ao processo de aprendizagem que permite às crianças ler e escrever. | Foto: iStock by Getty Images

712
0

A tecnologia tem transformado as relações sociais e também modificado diversas formas de aprendizado. Apesar de proporcionar novos sistemas e tornar a obtenção de conhecimento mais rápida e prática, ela também tem um lado não tão positivo. Uma pesquisa liderada pela neurocientistas norte-americana Karin James, mostra que a falta de escrever à mão prejudica o aprendizado de crianças na pré-alfabetização. Portanto, é preciso ter cuidado ao substituir cadernos por computadores.

O estudo feito na universidade de Bloomington, Indiana, mostrou a importância da escrita tradicional, feita à mão, para o desenvolvimento do cérebro infantil. A experiência foi feita com crianças que ainda não sabiam ler ou escrever, mas que eram capazes de identificar as letras, mesmo sem saber como juntá-las para formar palavras.

Os participantes, então, foram separados em dois grupos. Enquanto o primeiro era treinado para replicar as letras em um computador, o outro aprendia a copiar as letras à mão, no papel. Além de observar a prática, os pesquisadores também fizeram análises cerebrais deste processo, através de ressonância magnética.

O trabalho testou a capacidade de aprender as letras, mas também estudou quais áreas do cérebro eram utilizadas durante as atividades. Assim, descobriu-se que o corpo reage diferente de acordo com a forma de aprendizado aplicada.

As crianças que foram treinadas para escrever à mão apresentaram ativação cerebral semelhante a de crianças que já sabem ler e escrever, além de desenvolverem outras habilidades motoras. As crianças que usaram um teclado para copiar a letra não tiveram o mesmo desempenho.

A experiência levou os pesquisadores a concluírem que a escrita motora está diretamente ligada ao processo de aprendizagem que permite às crianças ler e escrever. Portanto, substituir as atividades tradicionais por opções de digitação em computadores pode afetar o aprendizado e o desenvolvimento de outras áreas do cérebro.

Redação CicloVivo

(712)

logo
Fechar
Abrir
logo