Inicio Vida Sustentável Crianças passam menos tempo ao ar livre do que presidiários

Vida Sustentável

Crianças passam menos tempo ao ar livre do que presidiários

56% das crianças passam uma hora ou menos brincando ao ar livre por dia.

3 de maio de 2016 • Atualizado às 11 : 51
Crianças passam menos tempo ao ar livre do que presidiários

Participaram da pesquisa mais de 12 mil pais de crianças entre 05 e 12 anos. | Foto: iStock by Getty Images

40.72K
0

A infância mudou e com isso os hábitos de pais e filhos também. Uma pesquisa encomendada pela marca OMO pesquisou a rotina de 12 mil famílias em dez países. O resultado: 56% das crianças passam uma hora ou menos brincando ao ar livre por dia. Isso é menos do que o tempo livre disponibilizado a muitos presidiários em cadeias de segurança máxima.

A descoberta foi tão intrigante que o criativo britânico Ken Robinson, junto com o Dr. Stuart Brown, foram até um presídio registrar o que os detentos acham disso. O vídeo deu origem à campanha “Liberte as crianças”.

Diariamente os presidiários da Prisão de Segurança Máxima de Wabash, em Indiana, EUA, são liberados de suas celas para passarem duas horas ao ar-livre. Neste tempo eles podem se exercitar, descansar ou simplesmente aproveitar o sol.

Quando indagados sobre a importância disso, os detentos disseram que o tempo é essencial para que eles consigam manter a mente sã. Eles e os funcionários da cadeia também foram questionados sobre o que aconteceria se esse tempo livre fosse reduzido para uma hora, ao que todos consideraram um possível desastre, que geraria raiva e torturaria os presidiários.

A surpresa no rosto deles veio quando o documentarista disse que esse é o tempo que a maior parte das crianças passa ao ar livre, mesmo quando elas têm muito mais oportunidades para aproveitar o mundo fora das quatro paredes. “Uau, isso é realmente depressivo”, disse um dos detentos.

A campanha, então, motiva pais, educadores e governos a libertarem as crianças, para que elas passem menos tempo presas às telas dos eletrônicos e aproveitem a infância livres.

O estudo

O estudo usado como base na campanha foi conduzido por Edelman Berland, agência independente de pesquisa de marketing, entre fevereiro e março de 2016 nos EUA, Brasil, Reino Unido, Turquia, Portugal, África do Sul, Vietnã, China, Indonésia e Índia

O resultado

Participaram da pesquisa mais de 12 mil pais de crianças entre 05 e 12 anos. Segundo a pesquisa, nos dez países participantes, 56% das crianças passa uma hora ou menos brincando ao ar livre. Uma em cada cinco crianças passa 30 minutos ou menos ao ar livre; e uma em cada dez nunca brinca ao ar livre. Em todos os países pesquisados, as crianças passam 50% a mais do seu tempo brincando em frente às telas dos eletrônicos do que ao ar livre.

Redação CicloVivo

(40717)

logo
Fechar
Abrir
logo