Inicio Desenvolvimento Cidade de São Paulo desperdiça 465 milhões com resíduos orgânicos

Desenvolvimento

Cidade de São Paulo desperdiça 465 milhões com resíduos orgânicos

Foi lançada uma campanha com 6 Objetivos da Compostagem para São Paulo.

24 de abril de 2017 • Atualizado às 15 : 00

Metade dos resíduos domésticos são orgânicos. | Foto: iStock by Getty Images

Cidade de São Paulo desperdiça 465 milhões com resíduos orgânicos
1.05K
0

Ao aterrar o lixo orgânico, a capital paulista perde mais de 400 milhões de reais anualmente. Esta é a estimativa divulgada por um grupo voluntário da área de resíduos sólidos, que lançou neste mês a campanha “6 Objetivos da Compostagem para São Paulo”.

Tendo como base o cruzamento de dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento com um relatório sobre compostagem na Lapa, a mobilização busca garantir a ampliação de políticas e programas de compostagem que tiveram início na gestão anterior da capital paulista.

“Metade dos resíduos domésticos são orgânicos e, apesar de já termos técnicas brasileiras biológicas de baixo custo e altamente replicáveis, ainda desperdiçamos e aterramos todo este recurso junto com fraldas descartáveis e demais rejeitos”, afirma a organização Morada da Floresta – uma das articuladoras da iniciativa.

Criada por técnicos, empreendedores, comunicadores, educadores ambientais, entre outros profissionais, a campanha sugere 6 objetivos e 24 metas a seguir seguidas pela prefeitura. De acordo com os voluntários, as propostas estão de acordo com o Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos da Cidade, aprovado em 2014, e com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

Você pode ler aqui todas as propostas e inclusive assinar a petição para ajudar a campanha a entrar no Plano de Metas da cidade.

Redação CicloVivo

(1048)

logo
Fechar
Abrir
logo