Inicio Meio Ambiente Campanha extrai música de pau-brasil para ajudar a salvar a Mata Atlântica

Meio Ambiente

Campanha extrai música de pau-brasil para ajudar a salvar a Mata Atlântica

Iniciativa teve a colaboração do artista alemão Bartholomäus Traubeck, que transforma árvores devastadas em música.

20 de abril de 2017 • Atualizado às 09 : 18
Campanha extrai música de pau-brasil para ajudar a salvar a Mata Atlântica

O pau-brasil utilizado pelo músico simboliza as milhares de árvores que são extraídas diariamente da Mata Atlântica. | Imagem: Divulgação |

996
0

Para alertar contra desmatamento, uma nova campanha do Instituto Terra, em parceria com a J. Walter Thompson, foi literalmente ouvir as árvores ameaçadas de extinção na Mata Atlântica. O trabalho teve ajuda do artista alemão Bartholomäus Traubeck, que desenvolveu uma tecnologia a laser para ler e traduzir ranhuras e sulcos de um disco de pau-brasil em música: a Sinfonia do Adeus.

O artista optou por usar o som do piano para traduzir os dados extraídos em uma melodia dramática. Além de chamar atenção para o problema, o projeto pretende mobilizar pessoas e empresas para doação de recursos para as ações de reflorestamento desenvolvidas pelo Instituto Terra, ONG ambiental fundada por Lélia Wanick e Sebastião Salgado, que tem como missão o resgate ambiental em áreas degradadas de Mata Atlântica.

O pau-brasil utilizado pelo músico simboliza as milhares de árvores que são extraídas diariamente da Mata Atlântica, que tem hoje apenas 8% de seu tamanho original. “Até mesmo a nossa árvore mais simbólica, que deu nome ao nosso país, está dizendo adeus”, comenta Isabella Salton, Diretora Executiva do Instituto Terra.

Para isso, a J. Walter Thompson recorreu ao trabalho de Traubeck. “Sem utilização e fadada ao apodrecimento, usamos um anel de pau brasil para fazer as pessoas ouvirem o seu adeus”, comenta Rodrigo Grau, da Thompson.

A Sinfonia do Adeus” estará disponível em diversas plataformas de streaming. As doações podem ser feitas por meio de valores simbólicos ou pela compra dos pôsteres artísticos do projeto, disponíveis a partir deste site.

(996)

logo
Fechar
Abrir
logo