Na última quarta-feira (11), a Suécia inaugurou uma estrada que recarrega baterias comerciais e de automóveis enquanto o passageiro dirige. Chamado de projeto eRoadArlanda, a via possui dois quilômetros e foi construída fora do Aeroporto de Arlanda, na cidade de Estocolmo, capital do país.

Financiada pela Administração de Transportes da Suécia, a estrada integra a meta do governo de criar infra-estrutura para transportes livres de combustível fóssil até 2030. A tecnologia permite que os trilhos transfiram a energia para carros e caminhōes durante o percurso.

Tecnologia

A estrada eletrificada funciona da seguinte maneira: a energia é transferida ao veículo por meio de um braço móvel anexado à parte debaixo do veículo. Este “braço” é capaz de detectar e abaixar na seção eletrificada quando o veículo passa acima dela. “Não há energia na superfície. Há dois trilhos (na estrada), assim como uma tomada na parede. Cinco ou seis centímetros abaixo está a eletricidade”, explicou Hans Säll, presidente do consórcio à frente do projeto, ao The Guardian.

No modelo em teste, a estrada foi dividida em seções de 50 metros, onde cada seção fornece energia apenas quando o veículo está acima dele. Esse sistema automático permite que a corrente seja desconectada quando o veículo para. Além disso, também calcula o consumo de energia do veículo, o que permite que os custos de eletricidade sejam debitados por veículo e usuário.

Futuro elétrico

Por enquanto, a via liga apenas o aeroporto a uma área de logística. Mas o governo já planeja expandir a tecnologia para outras regiões da cidade. “Uma das questões mais importantes do nosso tempo é a questão de como tornar o transporte rodoviário sem fósseis uma realidade. Agora temos uma solução que tornará isso possível, o que é incrível. A Suécia está na vanguarda dessa tecnologia, que esperamos introduzir em outras áreas do país e do mundo”, diz Säll, em comunicado.