O estúdio de design Party criou uma instalação que mistura arte e verde na Grass Square, no centro de Tóquio. A ideia combina luzes LED coloridas com sete tipos diferentes de vegetais digitais sensíveis ao toque.

Não é novidade que a capital do Japão é um dos maiores polos de tecnologia. Esta característica transforma qualquer evento em um show à parte. É assim com o Design Touch 2017, que está acontecendo agora na cidade. No caso do projeto Party, os visitantes são convidados a observarem e aprenderem sobre horticultura usando o toque, a visão e o som.

O recurso interativo pode parecer exagerado ou mesmo ruim aos que são adeptos de colocar realmente a mão na massa. Porém, esta pode ser uma boa maneira de fazer com que pessoas pouco ligadas à terra, se interessem pelo assunto. Para este público a estufa tecnicolor pode ser muito interessante.

Mas como exatamente ela funciona? Quando tocado, cada vegetação emite sua própria cor e melodia. O engenheiro de som do Party, Ray Kunimoto, explica que ele gravou sons de plantas autênticos, como “sons de sementes de fricção [e] folhas tocantes”. Ele então misturou digitalmente os sons naturais com os instrumentos orquestrais para fazer sete melodias diferentes.

A sinfonia vegetal é uma experiência interativa gratuita e fica aberta até 5 de novembro.

tokyo-digital-vegetable-greenhouse-party-5 tokyo-digital-vegetable-greenhouse-party-1 tokyo-digital-vegetable-greenhouse-party-2 tokyo-digital-vegetable-greenhouse-party-6 tokyo-digital-vegetable-greenhouse-party-7

Fotos: Party

Redação CicloVivo