Município na Bahia lança campanha para recuperar áreas degradadas

Na última segunda-feira o município de Luis Eduardo Magalhães, na Bahia, lançou a campanha “LEM APP 100% Legal”. O objetivo será incentivar a recuperação de Áreas de Preservação Permanentes, mesmo assim os produtores não serão obrigados a aderi-la.

Na última segunda-feira (29) o município de Luis Eduardo Magalhães, na Bahia, lançou a campanha “LEM APP 100% Legal”. O objetivo será incentivar a recuperação de Áreas de Preservação Permanentes, mesmo assim os produtores não serão obrigados a aderi-la.

A campanha é uma parceria entre as autoridades da cidade, que está localizada a 947 quilômetros de Salvador, o Instituto Lina Galvani e a Conservação Internacional, que buscará dar apoio técnico e científico para que os produtores rurais e as comunidades recuperem áreas degradadas.  No primeiro ano a meta será restaurar dois mil hectares de vegetação nativa, em topos de morro ou às margens de cursos de água.

Inicialmente, serão identificadas quais áreas do município estão degradadas, por isso será feito um monitoramento das APPs. Esta ação vai permitir uma visão mais ampliada do problema e, consequentemente, facilitará a criação de novas soluções. Após detectar os locais, será fornecido auxílio aos produtores que queiram participar da campanha e também assumir a responsabilidade de recuperar as áreas degradadas.

Para o secretário do meio ambiente da Bahia, Eugênio Spengler, a campanha tem a possibilidade de torna-se uma referência.

“Serão garantidas políticas de conservação voltadas para quantidade e qualidade dos recursos hídricos, a iniciativa aponta para um processo de mobilização e educação dos produtores rurais, que serão chamados a manter conservadas as Áreas de Preservação Permanente (APP) existentes, e também pode servir como um modelo a ser replicado para todos os municípios baianos”, disse. Com informações da Secretaria Estadual do Meio Ambiente.

Redação CicloVivo

Siga as últimas notícias do CicloVivo no Twitter