jardim comestível pitangueira
Apesar da aparência delicada, a pitanga é bastante resistente e pode ser uma boa opção para o seu jardim comestível. Foto: Pixabay

Já pensou em abrir a porta colher flores coloridas e fazer uma salada especial para sua família? E ao invés de colocar uma arvoreta ornamental conseguir o mesmo efeito com um pé de fruta? Ou ainda uma trepadeira que dê frutos e ao mesmo tempo tenha flores?

Muitas pessoas descobriram a jardinagem e o prazer de cultivar o verde em casa durante a pandemia. Para melhorar ainda mais estes momentos, existem muitas plantas que, além de serem lindas e deixarem nossa casa e jardim mais bonitos, também fornecem alimentos para uma vida mais saudável.

A presença das flores

As flores comestíveis viraram as queridinhas da cozinhas, principalmente principalmente para uso em saladas e na arte da confeitaria. Conheça algumas delas:

Calêndula é usada como corantes de caldos e queijos, também acompanha crepes, peixes, omeletes e pode ser utilizada no arroz em substituição ao açafrão. Como infusão, apresenta propriedades antissépticas, antibióticas e regeneradoras.

Bastante conhecido dos chefs, o Hibisco tem um toque cítrico e frutado que confere aos licores e xaropes um sabor especial. Também utilizado nas saladas. Os tratamentos naturais indicam o hibisco para várias enfermidades como diabetes, controle do colesterol, além de calmante, diurético e facilitador da digestão.

hibisco
O hibisco é uma flor bastante comum que pode ser usada de várias maneiras na alimentação. Foto: Pixabay

Dente de Leão muitas vezes é desprezada nos jardins por parecer uma erva daninha, pois se dissemina muito facilmente. Tem um sabor adocicado semelhante ao mel. Pode ser adicionado em saladas ou em chás. Tem alto valor nutricional e baixa caloria.

Já o Amor Perfeito éevemente adocicado, tem propriedades diuréticas.  Em saladas, dá um colorido muito especial. Também utilizado na decoração de bolos e tortas.

Capuchinha possui um gosto levemente picante, semelhante ao agrião. Tem propriedades diuréticas, digestivas, antibióticas, desinfetantes e antissépticas. Utilizada em saladas, para aromatizar azeites e também na confeitaria.

Girassol fornece uma gama variada de alimentos. A semente pode ser torrada e consumida como petisco, além de fornecer o óleo de cozinha famoso por ser antioxidante. Os botões do girassol cozidos podem ser servidos com aspargos e as pétalas, em forma de salada.

Belas trepadeiras comestíveis

Se você tem um pergolado ou um espaço para pendurar seus vasos você pode pensar em frutas para fazer um ambiente acolhedor e muito diferente.

Muita gente não conhece, mas a flor do maracujá é de uma beleza extraordinária. Então por que não colocar uma trepadeira de maracujá em sua varanda?

O maracujá é uma fruta deliciosa que entra em várias receitas. E sua flor impressiona pela beleza. Foto: Pixabay

Quer coisa mais linda que um monte de moranguinhos vermelhos contrastando com o verde do jardim? Eles ficam ótimos em vasos pendentes com as frutinhas caindo pelos lados…

Outra planta que sempre dá o que falar quando faz parte da ornamentação do jardim é o tomate. Mas prefira a espécie cereja, que se tutorada cresce em forma de trepadeira.

Apesar de a berinjela ocupar bastante espaço no solo, no vaso ela pode ser bem comportada se for estaqueada. Mas atenção que ela gosta de muito sol. Então escolha bem o local para colocá-la.

E que tal as parreiras? Quem passa despercebido por um pé carregado de uvas que parecem que vão cair? As parreiras necessitam de bastante espaço, mas se você dispõe, não hesite em colocar pelo menos uma variedade.

Quer fazer diferente? Faça um vaso com a Pimenta de Biquinho. Ela tem variedade vermelha e amarela. Ela não é muito ardida e pode ser utilizada em vários pratos e até ser consumida pura, como aperitivo. E o vaso fica show!

Pomares completam o jardim

Várias espécies frutíferas podem ser cultivadas em vasos, caso você não tenha solo para plantar. Para obter um bom resultado, há que se ter um cuidado maior com a rega e a adubação deve ser constante.

Jabuticabeira, apesar de ser uma árvore de grande porte, fica com seu tamanho restrito dentro de um vaso. Lembrando que a jabuticabeira adora muita água.

Outra muito linda para vasos é a laranjinha Kinkan, que tem a casca comestível. Aliás, a casca é mais doce que a polpa, que normalmente é bem ácida.

A Pitanga é uma frutinha pequenina de uma beleza única. Apesar da aparência delicada, é uma planta bastante resistente e rústica.

Romã. Foto: Pixabay

Uma fruta que por si só já é uma beleza, é a Romã, cultivada há milênios e tem várias propriedades terapêuticas como o controle da pressão arterial e doenças do coração.

Ervas

Não podemos deixar de lado as ervas quando tratamos de jardins comestíveis. Além de saborosas, algumas exalam perfume deliciosos que não podem faltar em nossa casa, como hortelã, manjericão, orégano, malva cheirosa e alecrim, só para citar alguns.

Claro que a combinação de espécies vai ao gosto de cada um, depende do espaço disponível e do tempo que se pode dedicar. Mas ter um jardim com elementos comestíveis dá muito mais prazer e satisfação. Além de aguçar a criatividade e incentivar as crianças no cultivo natural. Experimente!