No México, alternativa ao couro é criada com planta da tequila

Novo biomaterial aproveita subproduto da produção da bebida

agave couro
Desserto Agave. | Foto: Adriano Di Marti

Da principal matéria-prima para produção de tequila surgiu um novo biomaterial no mercado. É o agave, uma planta originária do México, que compõe a mais nova alternativa ecológica ao couro tradicional.

Agave é um gênero de plantas suculentas que espalhou-se pelas regiões semiáridas das Américas, podendo ser encontrada em várias partes da América Central e do Sul, inclusive no Brasil. Por aqui, aliás, estuda-se a possibilidade de aproveitar seu potencial para a geração de energia.

O agave é uma biomassa fibrosa composta por matérias lignocelulósicas que desempenham um papel importante como substitutos dos combustíveis fósseis. Os agaves utilizados são compostos por 43% de celulose e 19% de hemicelulose, cujas enzimas obtidas estão sendo aplicadas na elaboração do novo “couro”, além da capacidade para diversos outros usos.

No processo de fabricação da tequila, parte da fibra é desperdiçada, porém a empresa mexicana Adriano Di Marti encontrou uma maneira de produzir um tecido reciclando o subproduto da indústria da famosa bebida mexicana que tanto faz sucesso pelo mundo.

A técnica deu origem à edição limitada dos biomateriais Desserto Agave. A marca surge quatro anos depois da mesma empresa desenvolver biomateriais à base de cactos como alternativa ao couro: Desserto (para a indústria da moda) e Deserttex (para a indústria automotiva).

“A empresa Adriano Di Marti está comprometida desde a sua concepção com um objetivo ambicioso de se tornar um fornecedor de soluções de baixo carbono na indústria de biomateriais”, afirma a empresa em nota à imprensa.

couro de agave
Fotos: Adriano Di Marti

Como um dos produtos mais representativos do país, a tequila contribuiu para o desenvolvimento agrícola e industrial do México, especialmente no estado de Jalisco. Para a companhia, que nunca para de buscar alternativas com materiais do próprio país, esta inovação amplia os benefícios econômicos da região e das pessoas envolvidas na cadeia de valor da tequila, criando condições para que o desenvolvimento econômico prospere em harmonia com o meio ambiente e a sociedade. “Por meio desse projeto, a cadeia produtiva do agave-tequila tem a oportunidade de ingressar na indústria da moda de forma sustentável e responsável”, finaliza a empresa.

couro agave
Fotos: Adriano Di Marti
couro de agave
Foto: Adriano Di Marti