- Publicidade -

8 motivos para plantar árvores nas cidades

Quer uma razão para plantar e cuidar de árvores na sua cidade? Veja 8 benefícios que o verde traz para a nossa qualidade de vida

árvores saúde vida
Foto: Mayra Rosa | CicloVivo

Mesmo no meio da cidade, temos a oportunidade de viver entre árvores. As árvores urbanas podem estar solitárias em uma calçada ou formar áreas verdes cheias de vida em parques e praças. Escolas, condomínios, canteiros, quintais e jardins de casas e empresas podem ter uma ou muitas árvores. Existem até pomares urbanos e árvores frutíferas espalhadas por aí, dando para a gente a chance deliciosa de colher e comer uma fruta do pé. Que tal plantar árvores onde você vive?

- Publicidade -

Ter árvores no nosso caminho, na nossa vizinhança e na nossa casa ajuda a manter a saúde física e mental em dia. Quer saber por quê? Confira abaixo todos os benefícios que as árvores trazem para a vida nas cidades!

8 razões para plantar árvores em áreas urbanas

árvore
Foto: Jan Huber | Unsplash

1. Saúde e bem-estar

Estudos comprovaram que as pessoas se exercitam mais e se sentem melhor perto das árvores . O acesso a espaços verdes alivia o stress, estabiliza a pressão arterial, alivia a ansiedade e a depressão e incentiva um estilo de vida mais ativo.

As áreas verdes são um convite a um passeio, caminhada ou corrida e fortalecem a laços comunitários, já que se tornam um ponto de encontro da vizinhança.

2. Menos calor e mais resistência às mudanças climáticas

Para combater as ilhas de calor urbanas, plantar e conservar as árvores e a vegetação é uma solução natural. Isso porque as copas das árvores saudáveis garantem sombra e podem baixar as temperaturas em até 7ºC. Caminhar em áreas sombreadas faz toda a diferença, não?

- Publicidade -
Árvores podem reduzir temperaturas de cidades em até 12 °C
Foto: Sirisvisual / Unsplash

Além disso, onde existem árvores existe também o solo permeável onde elas estão plantadas e essa capacidade de absorção de água é fundamental para evitar enchentes e deslizamentos.

3. Mais árvores, mais água

As árvores funcionam como guarda-chuvas gigantes. À medida que a chuva cai, as árvores interceptam a água, parte da qual é captada pelas folhas, onde evapora, e parte da qual atinge o solo a um ritmo mais lento – e infiltra-se no solo em vez de atingir superfícies impermeáveis. Isso dá tempo para que a árvore, suas raízes e o solo filtrem poluentes e antes que eles cheguem aos sistemas de drenagem. Assim as árvores garantem mais água e água mais limpa nas reservas subterrâneas, além de ajudar a manter o ciclo de chuva mais equilibrado.

Fortaleza árvores
O ipê-amarelo, árvore símbolo de Fortaleza, é uma das espécies plantadas na cidade. | Foto: Kiko Silva | Prefeitura de Fortaleza

4. Desenvolvimento saudável e educação ambiental

Se a conexão com a natureza é importante para os adultos, para crianças e adolescentes que estão em processo de desenvolvimento este contato com o verde é ainda mais necessário. Diversos estudos comprovam os benefícios que o mundo natural traz para as crianças, reduzindo sintomas de ansiedade e ajudando no desenvolvimento mental.

- Publicidade -

Plantar árvores nas escolas, apoiar programas locais de plantio pelos jovens e incentivar a participação das comunidades em projetos de arborização são maneiras de desenvolver a consciência ambiental, por meio da ação prática e de conversas sobre a importância de construir um mundo melhor para todas as formas de vida, humanas e não humanas.

crianças natureza
Foto: Ksenia Makagonova | Unsplash

5. Mais vidas nas cidades

Vistos como locais para a sociedade humana, os ambientes urbanos também são o lar de milhares de espécies de flora e fauna. Mais de 20% da biodiversidade de aves do mundo reside nas cidades e nas suas árvores! As copas das árvores e os espaços verdes nestes ambientes ajudam a fornecer habitat e são um elemento crítico de ecossistemas urbanos prósperos e biodiversos – que envolvem aves, insetos, mamíferos e uma infinidade de flores, folhas e frutas.

Os projetos florestais urbanos podem apoiar estes sistemas naturais criando corredores verdes para a vida selvagem, cultivando habitats para espécies locais e instalando diversas espécies de árvores para ajudar a estabelecer um ambiente urbano mais saudável.

beija flor
Foto: Pixabay

6. Ar mais puro

O verde nas cidades é fundamental para que todos possam respirar um ar mais puro. É justamente nos ambientes urbanos, onde vive a maior parte das pessoas, que a qualidade do ar é pior.

As árvores funcionam como filtros que absorvem o CO2 e liberam oxigênio. Mas elas também retiram do ar produtos químicos nocivos da atmosfera através de pequenos buracos em suas folhas, chamados estômatos. O resultado é um ar com menos partículas perigosas para a nossa saúde que, sem as árvores estariam flutuando por aí e entrando nos nosso pulmões.

soluções natureza cidades
Parque do Ibirapuera, uma das áreas verdes presentes em SP. Foto: iStock

Bairros com mais árvores apresentam taxas menores de doenças respiratórias, menos emissões e gasto de energia pelo uso de ar condicionado e taxas reduzidas de mortes relacionadas com poluentes atmosféricos.

7. Lazer e diversão

Subir em árvores, transformar galho e folhas em brinquedos, fazer uma trilha e reunir amigos e famílias para um piquenique são algumas atividades que os espaços verdes garantem – e que dificilmente aconteceriam em uma paisagem de concreto. A natureza convida a gente para uma vida ao ar livre, com mais encontros, diversão e relaxamento.

virada sustentável
Picnic no Parquer Augusta, durante a Virada Sustentável 2022. Foto: Allison Salles

8. Justiça ambiental e igualdade

As áreas consideradas mais nobres tendem a ser mais arborizadas. Mas, espalhar o verde pela cidade é uma maneira de levar mais qualidade de vida e mais resiliência aos eventos climáticos para todas as famílias. Além do ar mais limpo, temperaturas mais amenas, áreas de lazer e encontros, as áreas verdes podem ajudar a garantir a segurança alimentar com o plantio de espécies frutíferas e cultivo de hortas comunitárias.

homem cuida de horta comunitária em Brasilândia São Paulo
Homem cuida de horta comunitária em Brasilândia São Paulo. Foto: Ecocidade