Buscar alternativas mais naturais aos cosméticos encontrados no mercado já não é mais “coisa de hippie”. Após um longo período de entrega aos industrializados, a sociedade tem procurado voltar às famosas receitas da vovó. Isso vale para receitas de saúde, no preparo de refeições em casa e também na beleza. Abaixo, o CicloVivo separou algumas dicas de óleos que podem apresentar diversas funções para melhorar o aspecto do cabelo. As ideias foram selecionadas pelo Canto da Horta, que é uma empresa que presta serviços de educação ambiental para espaços culturais, instituições de ensino, entre outros espaços.

Óleo de Abacate – Muito leve e nutritivo para os cabelos, contém vitaminas A e E e uma grande quantidade de vitamina D e potássio, tem um alto teor de proteína

Óleo de Mamona– Umectante, atrai e retém a umidade para os cabelos.

Óleo de Jojoba – Quando massageado diretamente no couro cabeludo, dissolve o sebo em excesso, deixando o bulbo limpo e livre para o crescimento de novos fios. Também atua regulando  as secreções glandulares. Grande compatibilidade com a pele humana.

Óleo de Oliva Extra– É um ótimo condicionador e um controlador de caspa

Óleo de Coco – É muito eficaz no tratamento de coceiras e couro cabeludo sensíveis. Não obstrui os poros e é absorvido facilmente pela pele.

Óleo de Argan – Forma uma capa protetora sobre os fios. Assim, mantém a hidratação e reduz os danos causados por agentes externos como o sol e a poluição, aumentando a duração da vida dos fios. Reestrutura, dá brilho, maciez e flexibilidade aos cabelos.

Manteiga de Karité – Protege do ressecamento, fornece brilho e maciez aos cabelos; atua como um filtro solar natural, auxiliando na proteção dos cabelos contra a radiação UV. Manteiga de Cupuaçu – A manteiga de Cupuaçu possui extrema capacidade de absorção de água, serve como potente hidratante e condicionador, além de ter alto poder de absorção de UVB/ UVC.

Manteiga de Murumuru – A manteiga de murumuru hidrata, nutre e amacia os cabelos, controlando seu volume e melhorando a flexibilidade. É indicada para cabelos que passaram por agressões externas, como sol, vento, umidade, ar condicionado e uso do secador e da chapinha, bem como agressões provocadas por tratamentos químicos.

Se ficou interessado no tema, aqui e aqui tem receitas para fazer xampu em casa.

Redação CicloVivo

Jornalista, social media e aparelhada para gostar de passarinhos. Tem interesse por mais assuntos do que é capaz de acompanhar. Aqui escreve sobre infinitas possibilidades de tornar o mundo um pouquinho melhor.