Quem acompanha notícias sobre sustentabilidade talvez até não se surpreenda. Mas, é exemplar que a Costa Rica se destaque na América Latina como o país líder na produção de energia renovável. Chegando ao fim de 2017, já foram mais de 300 dias consecutivos usando apenas fontes “limpas”.

E não é a primeira vez que a Costa Rica chama atenção mundial pela geração de energia. Em 2015, o país bateu recorde ao passar 76 dias consecutivos utilizando apenas fontes renováveis para abastecer toda a sua população, que é uma média de cinco milhões de pessoas. Só dois anos se passaram e a evolução é tão grande quanto admirável.

A geração renovável no país está distribuída em cinco áreas: energia hidrelétrica (78%), energia eólica (10%), energia geotérmica (10%), biomassa e solar (1%). E o país parece estar levando a sério a promessa de neutralizar suas emissões de carbono até 2021.

Além disso, a Costa Rica também promete banir plásticos descartáveis em quatro anos. A medida inclui não só sacolas plásticas ou garrafas de água, como também talheres e pratos descartáveis, tampas e até mesmo pazinhas de plástico para mexer café.

Redação CicloVivo

Jornalista, social media e aparelhada para gostar de passarinhos. Tem interesse por mais assuntos do que é capaz de acompanhar. Aqui escreve sobre infinitas possibilidades de tornar o mundo um pouquinho melhor.