Inicio Meio Ambiente Especialista dá dicas para o controle de pragas em plantios orgânicos

Meio Ambiente

Especialista dá dicas para o controle de pragas em plantios orgânicos

Existem diversos processos que auxiliam no controle de pragas em cultivos orgânicos.

24 de novembro de 2016 • Atualizado às 13 : 48

Os métodos agroecológicos têm como objetivo compreender a individualidade de cada plantação. | Foto: iStock by Getty Images

Especialista dá dicas para o controle de pragas em plantios orgânicos
2.38K
0

Para o produtor orgânico urbano e rural, manter a saúde de seu plantio é uma tarefa árdua. Por isso, é extremamente importante conhecer e saber como utilizar diferentes possibilidades de adubação do solo, prevenção e controle de pragas e doenças.

O controle biológico de pragas e doenças na agricultura orgânica está diretamente relacionado ao cuidado diário da produção orgânica e pode ser feito através de diversos processos, como o monitoramento constante do cultivo, para a prevenção das doenças, ou também por métodos de controle imediato, utilizando-se de técnicas para a redução de pragas como o controle biológico. Contudo, é de extrema importância saber como e quando aplicar tais técnicas na agricultura orgânica, uma vez que a cultura é ligeiramente mais frágil que a agricultura convencional.

Métodos agroecológicos

Os métodos agroecológicos têm como objetivo compreender a individualidade de cada plantação, ou seja, estudar o ambiente no qual a cultura está instalada, analisar as propriedades do alimento plantado e, dentro desses critérios, desenvolver as formas de prevenção de doenças e pragas.

Equilíbrio do ecossistema

A busca pelo equilíbrio do ecossistema não é, necessariamente, a eliminação de pragas e doenças como um todo. Os métodos agroecológicos buscam manter os insetos, fungos e bactérias sempre presentes na agricultura, porém, em quantidade reduzida, evitando sua reprodução exagerada. Afinal, para a agricultura orgânica a interação de todos organismos vivos com o ambiente é essencial.

Inimigos naturais

Para evitar o desequilíbrio ecológico, o agricultor deve incentivar a reprodução dos inimigos naturais de pragas da agricultura ali cultivada. Além disso, é importante realizar o monitoramento constante de ovos e larvas, assim como se utilizar de adubos e fertilizantes orgânicos nas plantações.

Foto: Thiago Tadeu Campos

Foto: Thiago Tadeu Campos

Lagarta do Cartucho

Um exemplo de controle e prevenção de pragas e doenças, e que, atualmente tem gerado problemas na plantações orgânicas de milho é a lagarta do cartucho. Ela se instala nos milharais, devastando a produção. Para evitar esse ataque constante, os produtores orgânicos utilizam como defesa o controle biológico o Tesourinha, inimigo natural das lagartas do cartucho, no milho. Essa técnica faz com que o uso de defensivos agrícolas seja dispensável, preservando a organicidade da plantação.

Manejo Integrado de Pragas (MIP)

O manejo integrado de pragas é uma das principais formas de controle agroecológico e tem como foco principal o controle de pragas através de planos de medidas. Na agricultura convencional, o manejo de integrado de pragas consiste em diminuir a quantidade de agrotóxicos. Já na agricultura orgânica são utilizadas técnicas que cuidam do ecossistema. No solo, por exemplo, é incentivada a rotação de culturas e a nutrição equilibrada entre macro nutrientes e micronutrientes.

Foto: Thiago Tadeu Campos

Foto: Thiago Tadeu Campos

Técnicas limpas

Com os agrotóxicos e pesticidas, os insetos tornam-se cada vez mais resistentes, sendo assim, o uso de defensivos químicos, após um longo período de uso, só trará maiores danos para a plantação. O MIP propõe técnicas como a utilização de sementes mais resistentes e a instalação de barreiras físicas e mecânicas para evitar o aumento descontrolado de insetos na agricultura.

Faça a prevenção e controle de pragas e doenças

O agricultor orgânico precisa ter o conhecimento acerca dos métodos de prevenção, contudo, as técnicas de controle também devem ser de conhecimento do produtor orgânico. Algumas vezes, é inevitável a chegada de pragas e doenças à plantação orgânica, principalmente, por conta das produções da área cultivada.

Foto: Thiago Tadeu Campos

Foto: Thiago Tadeu Campos

Por isso, o agricultor deve possuir conhecimento para lidar com ambas as situações, de prevenção e controle para conseguir cultivar produtos orgânicos de qualidade e saudáveis. Lembre-se que uma planta saudável terá menos ataques de pragas e doenças, por isso, é fundamental fazer a adubação orgânica correta do solo.

DESCRICAO_AUTOR_THIAGO_TADEU_CAMPOS

(2379)

logo
Fechar
Abrir
logo