Inicio Arquitetura & Design Arquitetos brasileiros projetam casa sustentável que pode ser desmontada

Arquitetura & Design

Arquitetos brasileiros projetam casa sustentável que pode ser desmontada

A casa tem diferentes soluções que economizam recursos naturais, reduzem a poluição e respeitam o meio ambiente.

25 de maio de 2016 • Atualizado às 11 : 01
Arquitetos brasileiros projetam casa sustentável que pode ser desmontada

A casa AQUA é autônoma no consumo de eletricidade e equipada com painéis fotovoltaicos. | Foto: André Pinheiro/Divulgação

69.56K
0

Os arquitetos do escritório Mindlin Loeb+Dotto Arquitetura foram os escolhidos para planejarem uma casa totalmente sustentável, que mesclasse tecnologias, arquitetura bioclimática e um desenho que garante conforto e comodidade aos moradores. O projeto resultou na Casa Aqua, que está aberta e apresentada ao público durante a 30ª edição da Casa Cor, que ocorre em São Paulo.

Neste trabalho, os arquitetos usaram e abusaram de diferentes sistemas construtivos e soluções que economizam recursos naturais, reduzem a poluição e respeitam o meio ambiente.

Com 50 m² de área, a casa utilizou tecnologia construtiva finlandesa da empresa Kronan, que permitiu a entrega da obra em apenas dez dias. Esse sistema é constituído de placas de concreto pré-fabricadas, em painéis que substituem os pilares, vigas e alvenarias de uma construção.

Foto: André Pinheiro

Foto: André Pinheiro

Outro diferencial é o fato de ser uma construção que pode ser desmontada, transportada e remontada em outro local, graças a um sistema com ligações parafusadas. Quando o assunto é conforto térmico, os arquitetos optaram pelo sistema de fachadas ventiladas e cobertura verde. A fachada ventilada é uma solução que cria um colchão de ar entre a estrutura da casa e o acabamento externo, promovendo desempenho térmico, acústico e energético.

A casa AQUA é autônoma no consumo de eletricidade e equipada com painéis fotovoltaicos capazes de alimentar toda a residência e ainda carregar um veículo elétrico. A solução é possível devido ao projeto de alta eficiência, pensado para que a casa não possua ar-condicionado, use equipamentos elétricos eficientes e lâmpadas de LED de baixo consumo.

Foto: André Pinheiro

Foto: André Pinheiro

Um sistema de automação instalado na casa permitirá monitorar em tempo real o consumo e a energia elétrica gerada pelos painéis fotovoltaicos, bem como controlar dispositivos remotamente. A expectativa é de que a tecnologia ajude a reduzir o consumo em 30%, comparado a uma residência sem um sistema de monitoramento.

Para o aproveitamento de água de chuva, foi implantado sistema que segue o conceito de modularidade e adaptabilidade da construção para as diversas fases da vida do usuário. São módulos de 97 litros que podem ser interligados no sistema “plug and play”,conforme as necessidades de água não potável aumentam ou diminuem ao longo dos anos.

A Casa Aqua foi concebida para atender aos critérios do Referencial Técnico de Certificação da Construção Sustentável – Processo Aqua (Alta Qualidade Ambiental), lançado em abril de 2008 pela Fundação Vanzolini, inspirado no sistema francês HQE (Haute Qualité Environnementale) e adaptado à realidade brasileira.

(69559)

logo
Fechar
Abrir
logo