Inicio Arquitetura & Design Arquiteto dinamarquês cria vila estudantil feita em contêineres

Arquitetura & Design

Arquiteto dinamarquês cria vila estudantil feita em contêineres

Os apartamentos são confortáveis e contam com uma grande sala, cozinha, quarto, banheiro, varanda e terraço.

19 de dezembro de 2016 • Atualizado às 07 : 55
Arquiteto dinamarquês cria vila estudantil feita em contêineres

Quando o complexo é removido, o terreno permanece praticamente igual ao que era antes da instalação. | Foto: Divulgação

8.99K
0

A cidade de Copenhague, capital da Dinamarca, é conhecida mundialmente pela qualidade de vida desfrutada por seus moradores. No entanto, toda essa fama atrai muitas pessoas de fora e tem resultado em um problema: falta de espaço para novas residências.

Diante deste desafio, o arquiteto Søren Nielsen, sócio do escritório Vandkunsten Architects, decidiu criar uma solução sustentável e prática. O projeto consiste na criação de uma vila estudantil feita em contêineres. Além de ter como principal matéria-prima materiais reaproveitados, a ideia também é que a construção possa ser removida e transportada para outros locais de acordo com a demanda.

A facilidade do sistema está na pouca necessidade de estruturas e adequações para a sua edificação. Ele pode ser instalado em qualquer lugar. Até mesmo em um estacionamento. Segundo o arquiteto, quando o complexo é removido, o terreno permanece praticamente igual ao que era antes da instalação. O que é deixado para trás é apenas o terreno aplanado, facilitando a construção de edificações definitivas.

O arquiteto se preocupou em criar espaços confortáveis e de baixo custo. Para isso, os contêineres foram equipados com revestimentos de madeira, que ajudam na manutenção térmica e no balanceamento da umidade. A madeira também ajuda a evitar o uso de materiais sintéticos e cheios de toxinas.

As moradias receberam grandes janelas, mas também foram mantidas áreas fechadas e escuras. Esse balanceamento proporciona o aproveitamento da luminosidade natural em alguns ambientes e conforto e segurança em outros. O teto é equipado com fibras à prova de fogo e todo o contêiner é isolado com um sistema de fibras de madeira.

O arquiteto criou o projeto com o intuito de produzir as moradias com baixos custos e utilizando materiais locais. Mesmo assim, os apartamentos são confortáveis e contam com uma grande sala, cozinha, quarto, banheiro, varanda e terraço.

Redação CicloVivo

(8985)

logo
Fechar
Abrir
logo