Uma antiga linha de trem desativada vai virar um belo parque linear em Singapura. O projeto, assinado pelo escritório japonês de arquitetura Nikken Sekkei, deve aumentar a área disponível para o lazer e uso comum, ao mesmo tempo em que revitaliza uma estrutura que estava fora de uso.

O parque foi apelidado de “Linhas de Vida” e foi desenhado a partir de uma solicitação do Jurisdição de Redesenvolvimento Urbano, como parte de um projeto maior de revitalização, focado em tornar o espaço público mais confortável, acessível, envolvente, desenvolvido, ecológico e atraente. Vários modelos foram apresentado em um concurso e o projeto japonês foi o vencedor.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Ao todo, serão 24 quilômetros de trilhos reaproveitados dando vida ao parque. A estrutura contará com trilhas, pistas para caminhada, ciclovias, áreas para descanso, eventos, muito verde e uma nova conexão com a comunidade e os comerciantes ao seu entorno.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Na primeira fase do projeto, serão construídos os primeiros quatro quilômetros do corredor verde e esse já deve ser um marco importante para a área em que está situado. “O Linhas de Vida apresenta uma nova visão para espaços públicos inutilizadas, preservação e integração de áreas verdes já existentes e espaços para descanso na vida moderna”, diz o relatório dos arquitetos.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O exemplo de NY

O High Line, localizado na região oeste de Nova York, é um dos exemplos mais famosos de parques lineares construídos a partir de estrutura ferroviárias desativadas. Como seu nome já diz, ele está instalado em uma antiga linha de trem suspensa. O local reúne artistas locais, vendedores de frutas e legumes, hortas urbanas e outras atividades comunitárias.

high_line
Foto: Urban Land Institute/Flickr
Foto: Alan Light/Flickr
Foto: Alan Light/Flickr

Clique aqui e conheça os dez melhores parques do mundo.

Redação CicloVivo