Professor vai morar em caçamba de lixo por um ano

Objetivo de Jeff Wolson, professor de ciência ambiental, é provar que é viável ter um estilo de vida de baixo impacto.

O professor de ciência ambiental, Jeff Wilson, quer provar que é possível ter um estilo de vida de baixo impacto. Para isso, resolveu adotar uma lixeira na Universidade Huston Tillotson, no Texas, como moradia.

Wilson é o protagonista de um experimento universitário chamado “Dumpster Project”, que pretende revelar como é viver em uma lixeira durante um ano inteiro, sem todas as comodidades modernas com as quais estamos acostumados.

A partir deste mês, o professor vai ficar um ano dentro de sua “casa” de aproximadamente três metros quadrados para mostrar que é possível viver com pouco.


O professor compara a entrada de sua casa antiga com a entrada de seu "novo lar". l Foto: Dumpster Projetct

A ideia surgiu quando o contrato do aluguel do apartamento de Wilson venceu e ele teve que se desfazer da maioria de seus bens. O professor passou sete meses dormindo no chão de seu escritório na Huston Tillotson University, tempo que aproveitou para preparar o Dumpster Project. Sua intenção é que a experiência de viver em uma caçamba por um ano inteiro seja útil para testar e mostrar para seus alunos um método de vida de baixo impacto.


Comparação entre uma casa padrão norte-americana de 230 m2 com a caçamba de lixo, com 3 m2.l Foto: Dumpster Projetct

A nova “casa” será higienizada, terá a segurança reforçada e ainda vai ganhar um sistema para filtrar a água de um lago próximo à cidade. Leia na íntegra no Catraca Livre.