alimentos sustentáveis
Foto: Pixabay
- Publicidade -

Está agendado para o dia 15 de março o lançamento do SfoodLab, sigla de Sustainable Food Value Chains Laboratory. O Laboratório de Cadeias de Valor de Alimentos Sustentáveis será um espaço para o estudo da indústria de proteínas alternativas, especialmente para pesquisas sobre a carne cultivada em laboratório.

O laboratório vai funcionar no Setor de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e vai trazer as contribuições das ciências sociais aplicadas para o tema e trabalhar com assuntos como inovação, ecossistemas empreendedores, cadeias de valor e modelos de negócios para proteínas alterativas.

O espaço é uma iniciativa da Escola de Administração da UFPR e será coordenado pelo professor Germano Glufke Reis, que estuda a indústria dos alimentos sustentáveis desde 2018.

- Publicidade -

“Os objetivos do SfoodLab são contribuir com o desenvolvimento da cadeia de valor de proteínas alternativas, especialmente da carne cultivada, bem como buscar o desenvolvimento de cadeias alimentares mais sustentáveis em geral”, explica o professor.

impacto consumo carne
Um dos focos do laboratório vai ser ajudar a desenvolver alternativas à proteína animal. Foto: pxhere

“O laboratório está engajado com a criação e disseminação de conhecimento sobre tais temas, por meio de diferentes formas (pesquisa, ensino, extensão, assessoria, construção de redes)”, completa Germano .

SfoodLab

O laboratório vai contribuir com informações e embasamento para atores da cadeia de alimentos sustentáveis, vai ajudar a desenvolver modelos de negócios para empresas engajadas na área, vai estudar questões ambientais e de bem-estar animal relacionadas à produção de carne animal convencional.

alimentos comida
Foto: iStock

De acordo com o coordenador do laboratório, também será possível “fomentar a formação de um ecossistema empreendedor relacionado a cadeias alimentares sustentáveis, gerar de novas oportunidades de empreendimentos sustentáveis e formar capital humano para atuar em diferentes estágios da cadeia”.

O SfoodLab já conta com colaboradores nacionais e internacionais. No espaço poderão atuar professores, pesquisadores e alunos com diversas formações e de diferentes campos de conhecimento.

A construção de redes de relacionamento e troca de conhecimento, envolvendo atores da sociedade, indústria, universidade, terceiro setor, entre outros, é um esforço a ser empreendido pelo SfoodLab.

Carne Cultivada

carne cultivada
A carne celular é feita em laboratório com células de animas, que não precisam ser abatidos para a produção. Foto: BlueNalu | Divulgação

A carne cultivada é tipo de carne de origem animal que é desenvolvida sem a necessidade de criar e abater animais. Desta forma, não gera sofrimento animal e minimiza os efeitos ambientais negativos associados à produção convencional de carne.

Este tipo de carne é produzida em biorreatores de laboratório com células de animais, com tempo de produção do produto final expressivamente menor do que o necessário para a produção convencional.

Clique aqui para saber mais sobre a carne cultivada e sobre uma das pesquisas orientadas pelo professor Germano.

Quem quiser saber mais sobre o SfoodLab ou sobre as proteínas alternativas pode preencher este formulário.

Curso de extensão

A próxima iniciativa do SfoodLab é um curso de extensão internacional intitulado “Cultivated meat and alt-proteins: socio-economic impacts and consumers’ expectations”. O curso trata dos possíveis impactos das proteínas alternativas e conta com professores da UFPR, da Universidade de Bath (Reino Unido) e da Universidade de Colorado-Boulder (Estados Unidos).

As aulas serão no 7 de março pela manhã, em formato online. Clique aqui para se inscrever.

LEIA MAIS:

- Publicidade -