projeto água Nordeste
Foto: Divulgação | Projeto Água + Acesso

Ao longo de 2020, ano marcado pela pandemia de Covid-19, o acesso à água se fez ainda mais urgente e necessário para hábitos tão simples como lavar as mãos. Com o agravamento da crise sanitária e do cenário econômico, o projeto Água + Acesso ajuda a ampliar o acesso à água segura de forma sustentável para comunidades rurais e urbanas de baixa renda em todo o Brasil.

De 2019 a 2020, foram garantidos 1,5 bilhão de m³ de água para o consumo por comunidades de áreas remotas do Nordeste a partir de uma série de ações de ampliação da infraestrutura do tratamento de água para levar água a quem mais precisa. A água consumida refere-se àquela que chega efetivamente na casa do usuário após ser submetida a um rigoroso processo de tratamento.

Estima-se que, desde o lançamento do Água + Acesso, em 2017, mais de 132 mil pessoas tenham sido beneficiadas com as ações. Só em 2020, foram 59 mil pessoas beneficiadas de 142 comunidades distribuídas em 8 estados do Brasil. A Solar,  empresa responsável pela produção e distribuição de produtos Coca-Cola no Nordeste e Mato Grosso, contribui com a viabilização do projeto para os estados da Bahia, Ceará, Piauí e de Pernambuco.

“Desde o início do programa, buscamos apoiar e dar visibilidade a modelos autossustentáveis, que são muito mais eficazes e com maior impacto e resultados que outros tipos de investimentos sociais. A escolha por este modelo se deu ao ouvir e dialogar com as comunidades e organizações sobre quais eram os maiores desafios e oportunidades”, avalia Rodrigo Brito, gerente sênior de Sustentabilidade da Coca-Cola Brasil & Cone Sul, um dos responsáveis pelo projeto.

“Apoiando quem está na base chegamos a soluções mais relevantes e com resultados mais duradouros para as pessoas.”

Rodrigo Brito, gerente sênior de Sustentabilidade da Coca-Cola Brasil & Cone Sul
Foto: Divulgação | Projeto Água + Acesso

Água para Belém de Maria

No último natal, em dezembro de 2020, foram construídos reservatórios de água renováveis com capacidade de armazenamento subterrâneo de 50 mil litros por dia em um vilarejo nos arredores de Belém de Maria, no sertão de Pernambuco, região que tem dificuldade de acesso à água.

O sistema de abastecimento automatizado é feito por meio de bombas, que utilizam fonte de energia solar (renovável, sustentável e sem custo para a população) e com filtros de carvão ativado em suas saídas de água. As obras dos reservatórios já iniciaram.

Foto: Divulgação | Projeto Água + Acesso

Água + Acesso

O projeto Água + Acesso é uma parceria da Coca-Cola Brasil e Instituto Coca-Cola, com a Solar Coca-Cola, Instituto Trata Brasil e organizações da sociedade civil de interesse público que tem como objetivo coordenar uma ampla mobilização nacional para que o País possa atingir a universalização do acesso à coleta e ao tratamento de esgoto; e com a RPG Reinfra, consultoria nas áreas de economia, finanças, regulação infraestrutura para empresas.