O Ministério Público da Bahia lançou uma campanha para incentivar o descarte correto de medicamentos. A ação começou no início do ano e, desde então, já coletou pelo menos 41 quilos de embalagens em dez postos de coleta espalhados em Salvador.

A iniciativa orienta o descarte de medicamentos vencidos ou sem utilização. Em cada estabelecimento foi colocado um aparelho de coleta para que qualquer tipo de remédio e/ou de embalagem possa ser depositado.

O dispositivo é chamado de preservômetro e reúne informações sobre a quantidade de remédio descartado pela população para que sejam feitos relatórios à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A campanha é realizada através do Grupo Técnico de Medicamentos (GTM). Para a farmacêutica e integrante do GTM, Bárbara Correa, espera-se que cada unidade receba, mensalmente, pelo menos dois quilos de medicamentos, o que já vem ocorrendo nos pontos de coleta instalados.

“Nossos estudos apontam que, embora a média de descarte esteja de acordo com o esperado, há um desnível de concentração nas regiões, ou seja, em alguns preservômetros conseguimos recolher mais medicamentos do que em outros e, por isso, estamos estudando estratégias de divulgação do serviço”, explicou a farmacêutica à Tribuna da Bahia.

De acordo com o grupo, a cada quilo de medicamento descartado de maneira irregular cerca de 450 mil litros de água são contaminados. A ação então visa ajudar pesquisas referentes à quantidade de medicamentos vendidos em cada embalagem e também desestimular a utilização de sobras de remédios de tratamentos antigos.

Apenas pessoas credenciadas têm acesso ao conteúdo interno da urna. Ela é aberta para a retirada dos remédios para o descarte correto. Esse projeto ainda é novidade em muitos estados brasileiros. No nordeste, a Bahia foi o primeiro a aderir.

Para os moradores da capital, os pontos de coleta estão nas Farmácias Santana (dos shoppings Iguatemi e Litoral Norte), Erva Doce (Pituba), Wal Mart (Hiperbompreço Iguatemi e Cabula), Pague Menos (Itapuã e Brotas) e Popular (São Caetano e Ribeira).

A previsão é expandir a campanha, Salvador receberá mais 16 urnas de recolhimento de remédios. O serviço também será ampliado para mais cinco farmácias dos municípios de Lauro de Freitas, Camaçari, Vera Cruz e Simões Filho. Com informações da Tribuna da Bahia.

Redação CicloVivo

 

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.