Animação brasileira aborda questão da perda de florestas



A animação brasileira “Brichos” ganhou uma sequência que estreou na semana de Natal. O filme infantil é o segundo da série de Paulo Munhoz, e tem como personagens principais o jaguar Tales, o quati Jairzinho e o tamanduá Bandeira. Juntos, eles tentam salvar as florestas do planeta Terra.

O primeiro filme, lançado em 2006, buscou responder três perguntas: “quem sou eu?”, “que futuro queremos?” e “de onde viemos?”. Munhoz explicou ao Jornal O Globo que, de maneira divertida, o longa fez uma reflexão sobre identidade. Já nesta continuação, as aventuras giram em torno da sustentabilidade do planeta.

O “Brichos 2 – A floresta é nossa” dá enfoque para as ameaças internacionais que podem acabar com nossas florestas. “A ideia é mostrar que ecologia não é apenas uma questão de cuidado com plantas e animais. É uma questão de consciência pessoal e social, de atitude política, de coragem e de inteligência. Adultos e jovens também vão se conectar com a mensagem”, afirma o diretor.

Entre os famosos que interpretaram a voz dos animais, estão a atriz Fabiula Nascimento (a Olenka, da novela “Avenida Brasil”), o ator Antônio Abujamra e o apresentador Marcelo Tas, que emprestou a sua voz para o vilão do filme.

“Nunca tinha trabalhado com Marcelo Tas. Mas criei o Mr. Birdestroy inspirado na figura dele, e, na hora de escolher o ator, eu tinha a obrigação moral de convidá-lo primeiro. Para nossa felicidade, ele topou na hora, entrou no filme e adorou o resultado. Foi mágico”, disse Munhoz.

A história de “Brichos 2” também ganhou um jogo para smartphone, que pode ser baixado tanto para iOS, como para Android. Além disso, haverá uma série de 13 episódios, no canal TV Brasil, que será exibida em 2013. A ideia é levar a temática séria da ecologia de forma leve e descontraída para agradar todos os públicos. Com

informações de O Globo.

Redação CicloVivo



Digite seu email para receber nossas últimas notícias!