robotáxi
Foto: Zoox
- Publicidade -

Em 2020, a startup norte-americana Zoox revelou o protótipo de seu veículo autônomo e elétrico. Agora o robotáxi entra em fase de testes avançados na Califórnia, nos EUA. 

Similar a uma minivan, o automóvel é alto, quadrado e possui portas de vidro deslizantes. Chama atenção suas grandes rodas e cantos arredondados, que conferem um ar de carrinho de desenho animado. 

Sua aparência pode ser juvenil, mas sua função é servir “gente grande”. O carro da Zoox é pensado para integrar um novo serviço de mobilidade em ambientes urbanos. Não foi projetado para venda direta aos consumidores e sim como parte de uma frota de táxis autônomos.

- Publicidade -

“Cuidaremos da condução, carregamento, manutenção e atualizações de nossa frota de veículos. O piloto simplesmente pagará pelo serviço”, explica a Zoox.

O robotáxi acomoda até quatro passageiros, pode dirigir bidirecionalmente a uma velocidade de até 120 quilômetros por hora e possui uma bateria de 133 kWh, que garante rodar por até 16 horas com uma única recarga.

Foto: Zoox

Fundada em 2014, a Zoox foi adquirida pela Amazon em 2020, quando tornou-se mais conhecida. Ainda não há data de lançamento para seu táxi autônomo. 

Os carros que funcionam independe do controle direto de um motorista já existem, mas estão longe de serem populares. Inclusive, o modelo da Zoox lembra outro veículo autônomo: Olli, desenvolvido pela empresa norte-americana Local Motors – também na Califórnia.

Foto: Zoox

Os veículos elétricos autônomos prometem reduzir custos e revolucionar a mobilidade. Confira outros destaques abaixo:

- Publicidade -