construção de bambu
Foto: Hiroyuki Oki
- Publicidade -

Foram necessários 42 mil caules de bambu para erguer este monumental centro de convivência na ilha de Phu Quoc, no Vietnã. O projeto do estúdio vietnamita Vo Trong Nghia Architects foi criado para dar as boas vindas visitantes de um resort, em uma estrutura complexa e escultural.

construção de bambu
Foto: Hiroyuki Oki

O edifício de bambu fica dentro do Phu Quoc United Center, um complexo de lazer e entretenimento que ocupa mais de mil hectares na ilha.

O centro de boas-vindas tem uma área de cerca de 11,5 mil metros quadrados e é feito de bambu usando métodos de construção que o estúdio refinou ao longo de muitos anos.

- Publicidade -
construção de bambu
Foto: Hiroyuki Oki

Construído com cerca de 42 mil caules ocos de bambu de espécies que crescem rapidamente no clima tropical do Vietnã. A estrutura impressiona pela magnitude e complexidade, combinando arcos, cúpulas e grades, com dois vãos interno com as formas de um lótus e um tambor de bronze, símbolos da cultura vietnamita incorporados ao projeto.

construção de bambu
Imagem: Vo Trong Nghia Architects
construção de bambu
Foto: Hiroyuki Oki

Os espaços interno da estrutura recebem luz natural graças à grade usadas nas paredes e às claraboias de palha no telhado que permitem a passagem da luz do dia.

construção de bambu
Foto: Hiroyuki Oki

Além da iluminação, as grades laterais permitem a passagem do ar, garantindo ventilação natural e conforto térmico. “A luz entra lindamente e, juntamente com a cor natural do bambu, cria uma atmosfera acolhedora e íntima, embora a estrutura seja muito aberta em termos de fluxo de ar”, Vo Trong Nghia, fundador do estúdio.

construção de bambu
Foto: Hiroyuki Oki

Antes de entrar no centro de boas vindas, os visitantes do resort atravessam uma praça e um caminho através de um espelho d’água raso. A passagem em arco estende-se pelo edifício, conduzindo aos salões em forma de lótus e um tambor de bronze.

construção de bambu
Foto: Hiroyuki Oki

Construção de bambu

Segundo o fundador do estúdio, Vo Trong Nghia, o bambu é o “aço verde do século 21”, um material abundante e acessível no Vietnã, especialmente adequado para criar espaços abertos ou em áreas externas.

construção de bambu
Foto: Hiroyuki Oki

Além do bambu, o estúdio, fundado em 2006, tem como padrão usar outras soluções arquitetônicas de baixo consumo de energia e incorporar plantas em muitos de seus projetos.

Também é de Vo Trong Nghia o projeto de uma casa com a fachada vazada, na vila de Bat Trang, Vietnã. A construção de 5 andares que aproveita a cerâmica típica da região em sua fachada, com vãos e jardins elevados que garantem a refrigeração.

casa vietnã
Fotos: Hiroyuki Oki.

LEIA MAIS:

- Publicidade -