Inicio Negócios Roupas de H&M serão 100% de materiais reciclados até 2030

Negócios

Roupas de H&M serão 100% de materiais reciclados até 2030

A marca já é a que mais usa algodão certificado e uma das que mais usam algodão orgânico e poliéster reciclado.

5 de maio de 2017 • Atualizado às 12 : 15
Roupas de H&M serão 100% de materiais reciclados até 2030

Desde 2013 eles recolhem roupas usadas, já foram 39 mil toneladas de tecido. | Foto: H&M/Divulgação

451
0

A H&M é mais nova marca a se comprometer com a moda sustentável. Segundo Karl-Johan Persson, CEO da empresa de moda sueca, todo o vestuário do grupo deve ser feito com materiais reciclados ou sustentáveis ​​até 2030.

“Sim, 2030 não está tão longe, mas temos trabalhado nisso por um tempo. Queremos fazer um círculo completo na empresa e temos que destacar o crescimento econômico dos recursos naturais. Se usarmos materiais recicláveis ​​para nossas novas coleções, possivelmente poderemos ter um ‘clima positivo’ até 2040”. Sendo uma das maiores marcas de roupa, a empresa quer liderar a mudança no setor, de acordo com o CEO.

Atualmente, a marca já é a que mais utiliza algodão certificado pela Better Cotton Initiative em suas coleções e uma das que mais usam algodão orgânico e poliéster reciclado. Outra iniciativa importante é que desde 2013 eles recolhem roupas usadas, já foram 39 mil toneladas de tecido.

Além disso, as novas lojas da H&M são 40% mais eficientes em termos energéticos e toda a cadeia de produção tem foco em energia renovável. Outro ponto importante citado por Persson diz respeito a busca por melhores salários aos trabalhados têxteis.

H&M/Divulgação

Os dados foram divulgados durante o concurso Global Change Award criado pela marca para premiar as cinco tecnologias disruptivas que vão tornar a moda mais sustentável.

Redação CicloVivo

(451)

logo
Fechar
Abrir
logo