Inicio Desenvolvimento Japoneses instalam painéis solares em lavouras

Desenvolvimento

Japoneses instalam painéis solares em lavouras

Depois de polêmicas entre ambientalistas e agricultores, módulos de geração de energia limpa são instalados em propriedade agrícola.

23 de outubro de 2013 • Atualizado às 14 : 23

Japoneses instalam painéis solares em lavouras
3.93K
0

Um grupo de agricultores japoneses aproveitou a terra em que se desenvolvem as culturas para implantar, ao mesmo tempo, sistemas de geração de energia fotovoltaica. Com a eletricidade obtida dos raios de sol, os produtores fornecem eletricidade para a fazenda, e, ainda, aproveitam em totalidade o espaço em que ficam plantados os alimentos.

O projeto elaborado na localidade japonesa de Kazusatsurumai é inspirado numa ação desenvolvida na Califórnia, que também uniu os painéis solares à agricultura num mesmo espaço de terra. De acordo com os responsáveis pelo projeto, a ação, que ainda é incomum na maioria dos países, não interfere negativamente na produção de alimentos e fortalece o desenvolvimento e a popularização da energia fotovoltaica no mundo inteiro, que ainda encontra resistência para ser aplicada em larga escala, devido, também, à falta de espaço disponível para a instalação dos módulos geradores desta fonte renovável.

A instalação de painéis fotovoltaicos em lavouras e áreas verdes causou polêmicas entre agricultores, ambientalistas e proprietários de terras, uma vez que há dúvidas quanto aos efeitos que poderiam ser causados pelos equipamentos de geração energética. No entanto, em abril deste ano, uma lei no Japão aprovou o uso de painéis solares nas zonas de cultivo, desde que estas estruturas não entrem em contato direto com o solo, e não prejudiquem nem o plantio, nem o trabalho dos agricultores.

A solução foi desenvolvida em solo japonês pela primeira vez em 2004, pelo especialista Akira Nagashima, graduado em engenharia e biologia, que patenteou o sistema especial de adaptação para as propriedades rurais. Nagashima percebeu que, quanto maior a incidência solar, mais intensa é a fotossíntese das plantas – mas, nem sempre, a radiação intensiva pode ser positiva para o desenvolvimento dos vegetais. Com informações do Treehugger.

Redação CicloVivo

(3928)

logo
Fechar
Abrir
logo