Inicio Faça você mesmo Aprenda a plantar pitaia (ou pitaya) orgânica

Faça você mesmo

Aprenda a plantar pitaia (ou pitaya) orgânica

A pitaia pode ser plantada tanto em grandes canteiros e espaços abertos quanto em vasos domésticos.

25 de abril de 2017 • Atualizado às 08 : 46

A pitaia é uma planta rústica e resistente sendo ideal para quem está começando a praticar a agricultura orgânica. | Foto: iStock by Getty Images

Aprenda a plantar pitaia (ou pitaya) orgânica
23.93K
0

A pitaia, também conhecida como pitaya (nome de origem espanhola), é o nome designado aos frutos de diferentes espécies de cactos. A palavra pitaya significa fruto de escamas, de acordo com o especialista em Agricultura Orgânica Thiago Tadeu Campos.

Há várias espécies de pitayas, em 2002 pesquisadores brasileiros descreveram espécies naturais do Brasil que são encontradas em regiões arenosas do Cerrado ou em Restingas na Bahia e Rio de Janeiro. Conhecida há pouco tempo pela população brasileira no geral, a pitaya comercializada nos mercados é uma fruta típica da região do México e muito consumida pelos asiáticos. Conhecida também como Fruta Dragão, devido à sua semelhança aos míticos ovos de dragões, com escamas e cores vivas, a pitaya ganhou o gosto brasileiro e atualmente faz sucesso sendo consumida in natura e também por meio do seu creme congelado, um grande concorrente do tradicional açaí.

A pitaya é uma planta de climas tropicais e subtropicais. No Brasil, as variedades mais comercializadas da fruta são aquelas com poupa rosada ou branca, a pitaya amarela, embora produzida na Colômbia, não se adapta tão bem no território brasileiro. Por ser uma fruta da família dos cactos, a pitaya é uma planta rústica e resistente sendo ideal para quem está começando a praticar a agricultura orgânica, sendo ela urbana ou rural.

Foto: iStock by Getty Images

Como plantar pitaia orgânica em qualquer lugar

Um dos maiores segredos da pitaya é sua versatilidade, podendo ser plantada tanto em grandes canteiros e espaços abertos quanto em vasos domésticos e estruturas tipo samambaia. Além disso, a planta não possui grandes exigências relacionadas ao manejo, sendo uma boa opção para cultivar com crianças ou para quem tem pouco tempo livre mas quer plantas em casa.

Já se perguntou como plantar pitaia em vasos? É possível, além de ser uma alternativa prática, podendo os vasos serem colocados no chão ou pendurados nas paredes. A pitaya é uma planta de fácil adaptação, portanto poderá crescer como árvore, para cima, ou no estilo samambaia, para baixo.

É uma planta com grande potencial ornamental, com flores grandes e exuberantes, de diâmetro médio de 20 cm; caules articulados e angulosos e frutos coloridos de aparência exótica.

Como preparar as mudas

O primeiro passo para aprender como plantar pitaia orgânica, é escolher uma das duas formas de obtenção de mudas:

  1. Por sementes

Basta retirar sementes de frutas maduras, separá-las, lavá-las com água corrente e imediatamente semeá-las. As sementeiras devem ter areia lavada ou substrato específico para produção e propagação de mudas. As semente começam a germinar de 8 a 12 dias após o plantio, para ter sucesso na germinação a rega deve ser diária e moderada, sem encharcar o substrato.

Depois do surgimento das mudas o intervalo de rega deve aumentar, pois as mudas apodrecem com facilidade. Cerca de 5 meses após a emergência das mudas deve seguir o transplantio, selecione as plantas mais vistosas com 15 a 20 cm de altura e plante-as em vasos com profundidade mínima de 40 cm, com solo bem drenado, mais leve.

  1. Por estacas

Retire as estacas de plantas adultas produtivas, escolha uma “planta mãe” saudável e que produza frutos de qualidade. Para retirada das estacas respeite as articulações características da planta, pois é deste espaço que vão surgir as raízes de sua nova planta.

Plante as estacas em recipientes escuros, com solo fértil e bem drenado, a rega deve ser diária e moderada nos primeiros 30 dias, depois deste período as mudas terão a quantidade de raiz suficiente para permitir o transplantio.

Foto: iStock by Getty Images

Clima ideal

Por se tratar de um cacto e por ter como origem regiões tropicais, a pitaya é uma planta que tem forte resistência ao calor, dessa forma, a temperatura ideal para cultivar pitaya está entre 18°C e 26°C, com baixa umidade do ar. Em regiões mais frias, para aprender como plantar pitaia orgânica, é necessário aprender a cultivar pitaia em estufas (veja aqui), onde há o monitoramento da temperatura e incidência de luz nas plantas.

Iluminação

Com relação à iluminação, a pitaya é uma planta que, ao contrário das demais frutas, necessita de exposição direta do sol durante pelo menos 10 horas por dia. Se estiver aprender como plantar pitaia orgânica para o cultivo doméstico, principalmente do lado interno da casa, é preciso manter o vaso em regiões que a planta receba luz direta do sol para que consiga realizar fotossíntese, caso contrário haverá um desenvolvimento pobre, prejudicando a pitaya plantada no vaso. É uma planta sem folhas verdadeiras e seu caule é responsável pela fotossíntese, por isso precisa de luz direta nesta estrutura.

Solo

O solo ideal para se plantar pitaya orgânica deve possuir um baixo nível de retenção de água, por se tratar de uma planta de regiões secas a pitaya necessita de um solo mais leve, ou seja, com um pouco mais de areia. Mas isso não significa que seja um solo pobre, um solo fértil permite que a planta se desenvolva com saúde e vigor. O pH do solo deve ser mantido entre 6 e 7. Em caso de solos pobres é recomendado o uso de adubos orgânicos, como por exemplo, cascas de ovos, ricas em cálcio. (saiba mais aqui)

Irrigação

A irrigação é uma parte fundamental para quem busca aprender como plantar pitaia orgânica dentro ou fora de casa. Em plantações de pitaya é necessário chegar a umidade do solo sempre que possível, garantindo que o mesmo não estará encharcado e irrigando de acordo com a necessidade das plantas. Em média, a planta adulta de pitaia deve ser irrigada duas ou três vezes por semana, acima dessa quantidade pode ser perigoso para a planta, uma vez que a mesma não está adaptada ao excesso de água em seu habitat e favorece o aparecimento de doenças que causam podridão. (saiba mais aqui)

 

Flor da Pitaia | Foto: iStock by Getty Images

Floração e frutificação

Um fator importante para você que está aprendendo como plantar pitaia orgânica, é saber que ela produz uma das mais belas flores, no entanto, a floração dura entre 8 e 12 horas e só se dá no período noturno, sendo um espetáculo particular para aqueles que realmente conhecem o desenvolvimento da planta. No entanto, a pitaya orgânica é uma planta que oferece grandes quantidades de frutos em aproximadamente três safras anuais.

A pitaia, por ser uma fruta grande e pesada acaba por puxar os galhos para baixo, facilitando o manejo e agindo como um excelente objeto de decoração para áreas abertas e jardins de inverno.

Tratos culturais

Entretanto, para que a planta não cresça e desmorone com o peso dos frutos é necessário guiar o crescimento através do uso de estacas e amarras. Esse processo pode ser iniciado quando a planta atingir aproximadamente 1m de altura, nesse momento o uso de varas de bambu é essencial para apoiar e sustentar a planta.

Em caso de plantas demasiadamente altas, é possível também delimitar aaltura através de amarras, impondo a altura ideal que facilitará, em seguida, a colheita dos frutos nas extremidades de cada galho.

Colheita

A colheita da pitaya é mais delicada que das demais frutas pois após colhida a fruta não continua o processo de amadurecimento. Portanto, o produtor orgânico deve estar sempre atento à fruta antes de colher. Um bom parâmetro de monitoramento do amadurecimento está na casca da fruta, se a mesma estiver vermelha ou rosa em tonalidades vibrantes, certamente a pitaya estará pronta para a colheita.

Opte sempre por orgânicos!

A pitaya é uma fruta que ainda está sendo descoberta pelos brasileiros e sua produção, sendo ela doméstica ou comercial, poderá oferecer vantagens financeiras e principalmente relacionadas à sua saúde. A produção de frutas orgânicas garante um meio ambiente sustentável e alimentos de qualidade. Oprodutor orgânico deve estar sempre atento às novidades para atender futuras demandas. A pitaya, sem sombra de dúvidas, chegou no Brasil para ficar.

(23932)

logo
Fechar
Abrir
logo