Para comemorar o Mês das Crianças com mais diversão e menos consumo, o programa Criança e Consumo, do Instituto Alana, organiza, na tarde do dia 12 de outubro, uma Feira de Trocas de Brinquedos. Com entrada gratuita, a Feira acontece das 12h às 17h, na Praça Major Sertório, na Vila Buarque, em São Paulo. Além de proporcionar a interação entre as crianças, a atividade é uma maneira de refletir sobre os apelos ao consumismo na infância e fomentar mudanças de hábito sobre nossos atuais padrões de consumo, como estabelecem os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 4 e 12, da Organização das Nações Unidas (ONU).

“Diariamente as crianças são impactadas por publicidades dirigidas a elas que estimulam o consumo inconsequente e, nesse período que antecede o Dia das Crianças, o volume só aumenta. A Feira de Trocas de Brinquedos é uma alternativa sustentável de lazer que envolve reflexões sobre consumo, promove colaboração, socialização e criatividade entre as crianças, ao estimular que elas deem novos significados aos seus brinquedos. Além das trocas, esses encontros apresentam novos hábitos e, nesse contexto, é possível ensinar às crianças que trocar pode ser muito mais divertido do que comprar”, considera Ekaterine Karageorgiadis, coordenadora do Criança e Consumo.

Durante todo o mês de outubro, o Criança e Consumo incentiva que mães, pais, e responsáveis, educadores, vizinhos, entre outros grupos, organizem suas próprias Feiras de Trocas de Brinquedos. A iniciativa pode ser realizada em escolas, no quintal de casa, parques públicos ou quaisquer outros espaços coletivos. Para saber como organizar a sua Feira de Trocas de Brinquedos ou comunicar a realização da atividade em sua cidade, o Criança e Consumo disponibiliza em seu site informações e materiais de apoio para divulgações.