caatinga conservação
Foto: Divulgação
- Publicidade -

O projeto “No Clima da Caatinga” (NCC), iniciativa realizada pela Associação Caatinga, realiza durante o mês de fevereiro o plantio de cinco mil na Fazenda Gameleira. Tal área foi recentemente anexada à Reserva Natural Serra das Almas – unidade de conservação localizada na divisa entre os municípios de Crateús, no Ceará, e Buriti dos Montes, no Piauí.

O objetivo do plantio é enriquecer a área da Fazenda Gameleira com 10 diferentes espécies de plantas nativas. A iniciativa do projeto está alinhada às ações de mitigação dos efeitos das mudanças climáticas e do aquecimento global, bem como à década de recuperação dos ecossistemas.

“A iniciativa contribui para o sequestro e estoque de carbono, bem como para a segurança hídrica de comunidades do entorno da Reserva Natural Serra das Almas, na medida que as florestas contribuem para a disponibilidade de água”, explica o coordenador técnico da Associação Caatinga, Samuel Portela.

- Publicidade -

O “No Clima da Caatinga” também implementa as ações dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, plano global de sustentabilidade lançado pelas Organizações das Nações Unidas em 2015.

Projeto integrado

A produção das mudas plantadas foi realizada em um viveiro da Associação Caatinga. A água utilizada para irrigação das mudas veio do Sistema Bioágua instalado no local, uma tecnologia sustentável que filtra a água utilizada na cozinha e nos banheiros da unidade de conservação.

Foto: Divulgação

“Já as sementes foram compradas dos coletores locais, que foram capacitados por ações passadas do ‘No Clima da Caatinga’. O projeto, além de restaurar uma área degradada, gera renda para as comunidades que estão ao redor da Serra das Almas”, salienta Portela.

Além disso, serão doadas 100 mudas para escolas do entorno da Serra das Almas, trazendo como foco o desenvolvimento e a conscientização das crianças com atividades de educação ambiental.

Fazenda Gameleira

A Fazenda Gameleira contém uma área de 456 hectares. A compra do território ocorreu há cerca de 2 anos e é mais uma das conquistas da Associação Caatinga em prol da conservação e preservação do nosso ecossistema.

Foto: Divulgação

A Fazenda Gameleira é de fundamental importância para consolidar os limites da RNSA. Com a incorporação do espaço, a Reserva passa a ter 6.285,38 hectares de área total, mantendo-se como a maior RPPN (Reserva Particular de Patrimônio Natural) do Ceará.

No Clima da Caatinga

O projeto “No Clima da Caatinga” é uma iniciativa patrocinada pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental. O projeto tem a finalidade de buscar a diminuição dos efeitos potencializadores do aquecimento global por meio da conservação do semiárido, a partir do desenvolvimento de um modelo integrado de conservação da Caatinga.

Na atual etapa, que terá a duração de três anos, o projeto, que atua no semiárido nordestino desde 2011, vai promover ações que vão desde a restauração florestal até a distribuição de tecnologias sociais de convivência com o semiárido e adaptação às mudanças climáticas.

Confira outras duas ações já relatadas no CicloVivo que integram esta iniciativa:

- Publicidade -