- Publicidade -

“Se eu soubesse que o mundo acabaria amanhã, hoje plantaria uma árvore”, Martinho Lutero.

No dia 21 de setembro, o Brasil comemora o dia da árvore. A data foi escolhida por ser próxima a entrada da primavera, que começa no dia 23. Nesse dia, vale refletir sobre a importância da árvore, elemento fundamental para a vida no planeta.

Segundo o Dicionário Michaelis, árvore é vegetal lenhoso, de tronco alto, que se ramifica a maior ou menor altura do solo. Mas, na verdade, as árvores significam muito mais para a vida na Terra. Elas mantêm o clima, a umidade e sequestram os dióxidos de carbono e devolvem os gases em forma de oxigênio para a atmosfera, evitam erosões e enchentes. Isso sem contar, que são elas que nos dão flores e frutos.

- Publicidade -

Mesmo sendo tão importantes, as árvores nem sempre são respeitadas, principalmente no Brasil. Desde a chegada dos portugueses no País, os nossos recursos ambientais são explorados, exemplo disso foi o pau-brasil. A espécie que inspirou o nome do país, logo chamou a atenção por causa de sua beleza e sua cor, que possuía uma pigmentação diferente de tudo o que os portugueses estavam acostumados a ver.

Ainda hoje, muitos pecuaristas, agrários e madeireiros desmatam e queimam imensas áreas de florestas, em nome do dinheiro. As consequências são graves. Aquecimento global, erosões, ar seco, extinção de espécies vegetais e animais, são apenas alguns dos vários problemas causados pelo desmatamento.

Desmatamento

As florestas naturais em todo o mundo cobrem 30% do planeta, cerca de quatro bilhões de hectares. O Brasil abriga uma área de 470 milhões de hectares de áreas de florestas nativas.

Desde a chegada dos portugueses, o território brasileiro passou a sofrer grandes mudanças. Na época, o território ocupado pelas florestas, equivalia a 15% de todo o país. Segundo relatório publicado em 2009 pela WWF, restam apenas 9% desse total, ou seja, hoje essas florestas equivalem a menos do que 1,35% do território brasileiro.

As florestas são devastadas por diversos motivos, como agricultura, pecuária e queimadas. Outro fator que colabora muito com o desmatamento é a urbanização, proporcionada pelo êxodo rural e pela industrialização.

Código Florestal

Recentemente, o deputado Aldo Rebelo elaborou uma proposta de revisão do atual Código Florestal brasileiro. A proposta foi aprovada pela Câmara dos Deputados e está em votação no Congresso Nacional. O novo modelo, proposto por Rebelo, causa grande polêmica entre ambientalistas e ruralistas. Segundo alguns ambientalistas, se a medida for aprovada o desmatamento no Brasil pode crescer muito.

O projeto envolve novas diretrizes em três aspectos: Áreas de Preservação Permanente (APPs), Reserva Legal e regularização ambiental, e anistia. O intuito das mudanças, segundo o deputado , é beneficiar os produtores agrícolas. Ele acredita que com essas transformações no Código Florestal será possível melhorar a capacidade de produção brasileira e isso refletirá na economia e no desenvolvimento do país.

O tema já foi alvo de diversos artigos de cientistas e especialistas, entre eles Aziz Ab’saber – considerado um dos maiores geógrafos do Brasil – que criticou duramente a proposta de Aldo Rebelo, devido às consequências ambientais da mudança. O tema também ganhou destaque na revista Science, uma das mais conceituadas no meio científico.

Ações em prol da árvore

Hoje, no dia da árvore, diversas entidades pretendem demonstrar sua preocupação com o meio ambiente. Mas, vale lembrar que essas preocupações devem ser demonstradas diariamente e não apenas em datas comemorativas.

Para comemorar a data estão sendo plantadas mudas ao redor do país inteiro. No Rio de Janeiro, por exemplo, a Secretaria do Meio Ambiente, em conjunto com empresas privadas, irá plantar 150 mil mudas de espécies nativas da Mata Atlântica. A entidade firmou um compromisso com o Comitê Olímpico Internacional (COI) e pretende plantar 24 milhões de mudas até as olimpíadas de 2016.

“Estamos recuperando a cobertura de Mata Atlântica do Rio, que é o estado com a maior percentual de área coberta com o bioma no Brasil. Além disso, temos o compromisso com o Comitê Olímpico Internacional (COI) e somos signatários do pacto de restauração de Mata Atlântica que prevê a ampliação da cobertura de 20% para 28%”, afirmou Marilene Ramos, secretária estadual do Meio Ambiente.

Para comemorar a data, o Walmart lança a campanha “Você colhe o que planta”. A iniciativa, que conta com a parceria da SOS Mata Atlântica, pretende dar exemplo de consciência ambiental. Será plantada uma muda a cada duas compras que foram feitas pelo site, até as 8h30 da manhã de hoje. A expectativa é que sejam plantadas, em média, cinco mil mudas.

Reciclagem

Uma das melhores soluções que um cidadão comum pode fazer para ajudar na luta contra o desmatamento e contra o uso abusivo dos recursos naturais, é praticar a reciclagem. Com um pouco de criatividade e boa vontade é possível realizar trabalhos incríveis reaproveitando materiais que, normalmente, são descartados.

No Brasil, por exemplo, mais de 90% das latinhas de alumínio são recicladas. Além de evitar gastos de energia e de matéria-prima para a produção de mais itens, a reciclagem também tem importante papel social. O que normalmente é jogado no lixo se torna fonte de renda para diversas famílias.

Embora o País seja líder mundial em reciclagem, nos últimos anos o setor praticamente não cresceu. O numero de cidades que praticam reciclagem cresceu apenas 0,7% entre 2008 e 2009.

Recentemente o presidente Luis Inácio Lula da Silva sancionou o Plano Nacional de Política de Resíduos Sólidos. Entre as mudanças está a criação de “logística reversa” – que obriga os fabricantes, distribuidores e vendedores a recolherem materiais agrotóxicos, baterias, eletroeletrônicos, pilhas, pneus, óleos lubrificantes e embalagens usadas.

A lei determina que, em cidades onde há coleta seletiva, as pessoas devem separam o lixo doméstico. Além disso, catadores e a indústria de reciclagem receberão incentivos da União.

Plante uma árvore

Uma das melhores maneiras para comemorar o Dia da Árvore é plantando uma. A campanha Bilhões de Árvores (Plant for the Planet, em inglês), promovida pelo Pnuma – Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente – convida pessoas do mundo inteiro, além de empresas, ONGs e governos, a preencher a Ficha de Compromisso da Campanha.

A intenção é que cada um se comprometa a plantar a quantidade de árvores que conseguir, mas não vale mentir. Os internautas cadastrados ainda podem atualizar, constantemente, a Ficha de Compromisso com fotos e novos dados, para que a ONU possa acompanhar o crescimento da muda.

O site também dá dicas sobre o plantio das árvores e informa quais são as espécies mais adequadas para cada local. Até agora, mais de 10 bilhões de mudas foram plantadas e registradas, em 170 países diferentes. Com o sucesso da iniciativa, a ONU resolveu ampliar a meta da campanha para 12 bilhões de árvore até o fim de 2010 – o Ano Internacional da Biodiversidade.

Kaluan Bernardo – Redação CicloVivo

- Publicidade -