coalas extinção
Foto: Pixabay
- Publicidade -

É oficial: o governo australiano declarou que os coalas entraram para a triste lista doas espécies ameaçadas de extinção, graças ao desmatamento e incêndios florestais que mataram diversos animais e destruíram seu habitat, principalmente nos últimos 2 anos.

“Ainda há tempo para salvar esta espécie icônica se a listagem servir como um ponto de virada na conservação dos coalas. Precisamos de leis mais fortes e incentivos aos proprietários de terras para proteger suas casas na floresta”, afirmou Sussan Ley, ministra do Meio Ambiente da Austrália.

A ministra aceitou a aceitou a recomendação do comitê científico de espécies ameaçadas para que as populações de coalas tivessem seu status de conservação atualizado. Esta mudança inclui três regiões da Austrália (Queensland, New South Wales and the Australian Capital Territory).

- Publicidade -

Ações urgentes para evitar a extinção

coalas extinção
Foto: Pixabay

Entrar nesta lista significa que a situação da espécie é reconhecida como urgente e a esperança é que esta mudança traga ações efetivas para proteger a população de coalas. É importante ressaltar que os coalas estão na lista de animais vulneráveis há cerca de 9 anos e, desde então, a situação só piorou.

Em 2011, o CicloVivo já havia publicado uma matéria sobre cientistas australianos que pediam atenção para a possibilidade de extinção dos coalas. Naquela época, pesquisadores já pediam que a espécie entrasse na lista de animais ameaçados.

Em janeiro o governo australiano anunciou um investimento de US$ 50 milhões para ajudar a espécie, mas, apesar de comemorado por ambientalistas, o investimento é pequeno frente às causas que levaram os coalas à ameaça de extinção: perda de habitat por causa de urbanização e desmatamento, mudanças climáticas, incêndios florestais e doenças.

A decisão só veio depois que incêndios florestais de grandes proporções vitimaram muitos animais e tornaram evidente a ameaça à sobrevivência dos coalas, um dos símbolos da Austrália.  

Agora, a ministra Ley declarou que, além de alterar o status de conservação dos coalas, o país pretende finalmente adotar um plano nacional de recuperação.

Plano de recuperação para os coalas

coalas extinção
Foto: Pixabay

O plano de recuperação define as principais ameaças ao coala e as ações necessárias para evitar sua extinção. Alguns planos foram desenvolvidos e apresentados ao longo dos últimos 10 anos, mas nenhum foi efetivamente colocado em prática.

Na Austrália existem cerca de 200 planos de recuperação, desenvolvidos para as mais diversas espécies.

Alexia Wellbelove, gerente sênior de campanha Humane Society International (HSI), disse que a decisão de Ley deve levar os governos australianos a fazer mais para lidar com o estado de declínio do meio ambiente do país. Além da HSI, a WWF-Australia e a International Fund for Animal Welfare participam ativamente das ações para defesa da espécie no país.

Para a ambientalista, a decisão precisa ser seguida por uma ação sobre a revisão das leis ambientais nacionais. “Até que tenhamos fortes padrões ambientais nacionais que especifiquem áreas proibidas em torno de habitats críticos para espécies como o coala, a destruição do habitat continuará e isso deve ser resolvido com urgência”, disse Wellbelove.

LEIA MAIS:

- Publicidade -