dinossauro extinção ONU
Foto: Reprodução YouTube | PNUD
- Publicidade -

vídeo da campanha “Não Escolha a Extinção”, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), agora tem versão dublada em português e por ninguém menos que o cantor e compositor Milton Nascimento. A versão legendada do vídeo já conquistou milhares de internautas no Brasil, repetindo o êxito mundial das edições em inglês, espanhol, francês e dinamarquês.

A ideia é que a versão dublada brasileira alcance ainda mais pessoas, não só no Brasil como em outras nações de língua portuguesa na Europa, na África e na Ásia. 

dinossauro extinção ONU
Foto: Reprodução YouTube

Para Milton Nascimento, que gravou a dublagem em seu próprio estúdio no Rio de Janeiro, “essa foi uma oportunidade de participar de uma ação global pela proteção da humanidade e do planeta”. A experiência de dublar um dinossauro foi inédita e inesperada para o artista.

- Publicidade -

“A mensagem dessa campanha é urgente. Se não fizermos algo para impedir que a mudança global do clima continue a devastar a natureza, poderemos ser extintos.”

Milton Nascimento

O cantor brasileiro une-se ao time de artistas de renome internacional que também emprestaram sua voz à campanha. O filme, primeiro realizado na Assembleia Geral da ONU com animação CGI (imagens geradas por computador), apresenta celebridades mundiais dando voz ao dinossauro em várias línguas, incluindo os atores Eiza González (espanhol), Nikolaj Coster-Waldau (dinamarquês) e Aïssa Maïga (francês). 

A direção de dublagem é de Guilherme Lopes, e a mixagem e a finalização são da Canja Audio Culture. O vídeo está disponível no Canal do YouTube do PNUD.

dinossauro extinção ONU
Foto: Reprodução YouTube

Frankie, o dinossauro

Após invadir o icônico salão da Assembleia Geral da ONU, famoso por discursos históricos de líderes mundiais, o imponente dinossauro Frankie se dirige a uma plateia perplexa de diplomatas, dizendo que “é hora de os humanos pararem de dar desculpas e começarem a fazer mudanças” para lidar com a crise do clima. 

“Pelo menos a gente tinha um asteroide”, avisa o dinossauro, referindo-se à popular teoria que explica a extinção desses enormes répteis há 70 milhões de anos. “Qual é a desculpa de vocês?”, ele indaga, desafiador.

dinossauro extinção ONU
Foto: Reprodução YouTube

A campanha “Não Escolha a Extinção” do PNUD e seu curta-metragem buscam tornar mais evidente como os subsídios aos combustíveis fósseis estão retardando o progresso contra a mudança do clima enquanto beneficiam principalmente os ricos. 

Um estudo do PNUD divulgado como parte da campanha revela que o mundo gasta assombrosos 423 bilhões de dólares por ano para subsidiar os combustíveis fósseis aos consumidores (petróleo, eletricidade gerada pela queima de outros combustíveis fósseis, gás e carvão).

Ao falar sobre o investimento em combustíveis fósseis, Frankie lembra os líderes mundiais que existem outras causas mais urgentes que precisam do nosso investimento. Foto: Reprodução YouTube

A campanha e o curta metragem buscam ainda tornar mais acessíveis as questões técnicas, às vezes complexas, relacionadas aos subsídios aos combustíveis fósseis e à emergência climática. Por meio de diversas ações para envolver as pessoas, o objetivo é educar e dar voz às pessoas no mundo inteiro.

- Publicidade -