gatinho felino em extinção
"Gatinho" resgatado da neve por amigos. Foto: SWNS

Pete MacNab estava caminhando com um amigo e seu filho pequeno no parquet nacional Cairngorms, na Escócia. O chef de 32 anos avistou um grupo de ovelhas rodeando algo no chão. Quando se aproximaram, viram um pequeno gatinho, afundado na neve.

O felino não conseguia ficar sobre seus pés e parecia estar com muito frio. Os amigos então, resolveram levar o filhote com eles, temendo que ele não aguentaria se fosse deixado ali.

Ao segurar o pequeno gato, Piotr, amigo de Pete, ficou impressionado com as suas garras e brincou de que o gatinho era um verdadeiro gato selvagem escocês, espécie extremamente rara. Assim que chegaram em casa, os amigos postaram fotos e começaram a busca por possíveis donos do filhote perdido. Sem nenhum sucesso.

Só restam entre 100 e 300 animais da espécie no mundo. Gato selvagem escocês é um dos animais mais ameaçados da Europa. Foto: SWNS

Eles já estavam começando a procurar caminhas de gato e outros itens para criar o filhote, quando um veterinário confirmou que de fato se tratava de um gato selvagem escocês, umas das espécies locais de mamífero mais ameaçadas.

Estima-se que existam entre 100 e 300 animais vivos no mundo. Esta é a única espécie de gato selvagem do Reino Unido e um dos mamíferos em risco de extinção na Europa.

Os amigos Pete e Piotr começaram uma campanha para ajudar na conservação do gato selvagem escocês. Foto: SWNS

Os dois amigos não puderam adotar o filhote, mas como forma de cuidar dele, decidiram começar uma campanha de arrecadação para ajudar a conserver a espécie e já arrecadaram mais de 7,5 mil euros.

Quem quiser pode fazer uma doação e ajudar a campanha em homenagem a Huntleigh, o nome que ganhou o pequeno gato selvagem escocês.