Telhado solar coletivo é inaugurado na Holanda

Instalado em armazém da Nissan, o telhado produz energia suficiente para prover 900 casas.

A Nissan iniciou, na última terça-feira (18), o funcionamento do maior telhado solar coletivo dos Países Baixos, localizado em um armazém da empresa em Amsterdã, na Holanda.

Instalado no telhado da Nissan Motor Parts Center (NMPC), na capital dos Países Baixos, o teto solar consiste em quase nove mil painéis com energia fotovoltaica e produz energia renovável o suficiente para manter 900 lares anualmente. A ação também irá amenizar significativamente a produção de CO2 do armazém. Estima-se que o projeto reduzirá 1,17 milhões de quilogramas de CO2 por ano.

Com capacidade para produzir cerca de 70% de energia necessária por ano do Nissan Motor Parts Center, a instalação do telhado solar representa um marco histórico da montadora japonesa, que deseja fazer com que sua operação pela Europa seja mais sustentável. Além disso, a energia gerada por um dos painéis será alimentada diretamente para a rede de energia nacional do país.

“A Nissan está comprometida em reduzir o impacto ambiental de nossas instalações pela Europa e nós estamos encantados que poderemos confirmar o funcionamento do telhado solar no nosso centro de peças em Amsterdã”, afirmou Francisco Carranza, diretor geral da Nissan Energy.

“Investir e integrar novas soluções de energia são parte de um dos pilares da Nissan Intelligent Mobility. E este projeto é uma demonstração clara que nós não iremos apenas transformar o modo como se dirige, mas o modo como se vive”, disse ainda.

Financiamento coletivo

O projeto é um resultado da primeira colaboração entre os moradores da região e a montadora japonesa e está sendo financiado por um esquema nacional de crowdfunding.

“Amsterdã é uma das cidades mais avançadas na Europa e nós estamos animados em poder ajudar a cidade a ficar mais limpa e eficiente em seu uso de espaço, energia e recursos, além de fazer com que nossas operações sejam mais sustentáveis”, comentou Koen Maes, diretor geral da Nissan Benelux. Para saber mais sobre o projeto, acesse