A lavanda, ou alfazema (Lavandula sp.), é uma planta entouceirada que veio do Mediterrâneo, das áreas montanhosas, bem iluminadas e secas. Isso diz muito sobre seu cultivo.

Se você está imaginando que é fácil cuidar dessa planta, acertou. Suas preocupações serão mínimas com esta bela lavanda violeta que possui um aroma que encantou o mundo.

Os campos de lavanda se transformam em verdadeiros pontos turísticos, como em Cunha/SP e Gramado/RS.

A lavanda é muito utilizada como cosmético, planta ornamental, medicinal e até alimentícia, uso menos conhecido da espécie.

Entre os efeitos medicinais, ela é calmante, analgésica, anti-inflamatória e antisséptica.

Algumas espécies de lavanda mais usadas como ornamentais são a Rosmaninho (Lavandula stoechas) e a Lavandula angustifolia, ambas adequadas para climas temperados. Para clima tropical, são indicadas a Candicans, a Silver form (Lavandula dentata) e a Lavandula hybrida (Lavandula dentata americana).

Como plantar lavanda?

O primeiro passo para saber como plantar lavanda é ter as informações de clima, luminosidade e solo, para já ir pensando no melhor local para plantar sua muda de lavanda.

Clima

Devido a sua origem, a lavanda pode ser plantada em locais que tem alta temperatura e que passe por geadas, pois ela é resistente. Ou seja, ela pode ser plantada em muitos locais!

Iluminação

Você deve garantir que ela esteja exposta a luz solar direta por pelo menos 5 horas por dia. A lavanda é uma planta de sol e, quanto mais sol, mais óleo essencial ela produz e mais cheirosa fica!

Solo

A lavanda não tolera solo encharcado. Para conseguir o melhor solo, a drenagem deve ser boa. Para plantar em vaso, coloque pedras no fundo e utilize solo menos argiloso.

O pH mais adequado está entre 6,5 e 7,5.

Mudas e plantio

De acordo com o Especialista em Agricultura Orgânica Thiago Tadeu Campos, para aprender de vez como plantar lavanda, adquira estacas de plantas bem verdes, sem folhas amareladas, de pé de alfazema que ramificam bem. A ramificação é um indicador do vigor dessa planta. As estacas devem ter no mínimo 10 cm de comprimento para sua muda de alfazema ser boa.

Agora, é só escolher se vai plantar em canteiro ou vaso. Ela se adapta bem nas duas situações.

Irrigação

Para a irrigação, lembre-se de nunca molhar a folha da lavanda e manter o solo sempre úmido. Após 30 dias, ela estará bem enraizada e então as regas podem ser menos frequentes. A lavanda é tolerante à seca, porém quando cultivar em vaso, cuide melhor dela.

Tratos culturais

Para estimular o crescimento, faça a poda acima de três dedos da bifurcação de cada talo, todos os anos, no outono.

Sempre retire as plantas invasoras que podem competir por nutrientes.

Replantio

Para replantar a lavanda, somente retire a planta, com cuidado, e coloque em outro vaso ou num canteiro, e misture o solo em que ela estava anteriormente com o novo substrato.

Como cuidar da lavanda em vaso ou canteiro

Para manter a lavanda saudável, fique atento aos tratos culturais, à luz solar a que ela está exposta, e outra dica valiosa: nunca coloque pedras ao redor da lavanda, isso pode queimá-las.

Observando esses cuidados e as condições essenciais para o desenvolvimento dela, com certeza você terá um belo jardim de flores violetas.

Foto: Nikolay Hristov | Unsplash