- Publicidade -

A Solar Impulse, aeronave movida inteiramente à energia solar, decolou da Suíça, na madrugada de hoje, rumo ao seu primeiro vôo noturno. O teste terá duração de 25 horas, para que seja possível carregar as baterias durante o dia e medir a sua capacidade de uso durante a noite.

Desde o dia 7 de abril o avião tem sido testado. Os resultados dos vôos curtos, feitos durante o dia, foram muito positivos. O intuito do teste longo é medir a autonomia do avião por várias horas sem que tenha a energia do sol para carregar as baterias.

O protótipo é munido de 12 mil células fotovoltaicas, que cobrem as asas e são responsáveis por manter em funcionamento quatro motores elétricos e recarregar as baterias de lítio polímero.

- Publicidade -

Apesar de ter medidas parecidas com as de um Airbus A340, que possui 63,4 metros de comprimento, o Solar Impulse, não pesa mais que um carro, tem cerca de 1.600 quilos.

O piloto Andre Borschberg, além de ser o responsável pelo teste de hoje, sonha em dar a volta ao mundo com esse avião, em 2012. Os resultados de hoje podem ser decisivos para a aviação, pois permitirão que aviões desse tipo façam vôos a longas distâncias ou comerciais.

Com informações da Folha de São Paulo

- Publicidade -