- Publicidade -

Um grupo de ativistas inventou uma maneira de produzir energia a partir do lixo eletrônico. O gerador artesanal utiliza imãs de neodímio, que são encontrados nos discos rígidos descartados. A invenção se tornou uma alternativa sustentável para o descarte adequado desse lixo, que é muito prejudicial ao meio ambiente.

A Universidade de São Paulo criou o Centro de Descarte e Reuso de Resíduos de Informática, mas a reciclagem feita nesse local será, inicialmente, apenas para o uso acadêmico. Estuda-se a possibilidade de que a produção e os benefícios desse tipo de reciclagem sejam expandidos a outros setores da sociedade. 

Enquanto as medidas oficiais não alcançam maiores proporções, o grupo de ativistas uniu alguns conhecimentos e muita criatividade e conseguiu idealizar o gerador de energia proveniente do lixo.

- Publicidade -

Entre os materiais utilizados na experiência, estão muitos HDs quebrados e restos de uma bicicleta. O desenvolvimento se deu da seguinte forma: os imãs, retirados dos HDs, foram presos à roda da bicicleta, enquanto pequenas bobinas de fio de cobre foram ligadas à outra roda. A ligação entre as duas rodas proporciona um gerador de corrente contínua, chamado de dínamo.

Apesar de parecer complicado, a produção é simples e consegue gerar 12V contínuos, a mesma potência usada em baterias de carros. Essa energia passa por um inversor que permite que ela seja usada para manter lâmpadas e eletrodomésticos em funcionamento.

O grupo ainda não possui um site oficial, mas já disponibiliza vídeos do projeto.

Os interessados em contatá-los para obter mais informações ou fazer doações podem enviar e-mail para [email protected]

 

[VIDEO:gerador_eletrico_p2rca_parte_1]

 

[VIDEO:gerador_eletrico_p2rca_parte_ii]

- Publicidade -