trailer

Viajar em meio à pandemia exige uma série de cuidados e protocolos. Com a necessidade de priorizar espaços abertos, bem ventilados e áreas verdes, o setor de ecoturismo espera novo impulso. Atentos a esta tendência, a empresa alemã CreaCon lança a Scout Camper: uma cabana transportável perfeita para os dias de aventura na natureza.

A cabana é idealizada para ser acoplada em bicicletas elétricas. A ideia é que o viajante possa ter espaço de armazenamento suficiente para carregar todos os itens que precisa no dia-a-dia, além de poder se proteger de intempéries, uma vez que a cabana é composta por painéis de 15 mm de espessura e alta resistência.

Compacta, a Scout Camper possui um toldo que expande as possibilidades de uso da bicicleta. Também é dobrável, o que torna possível que a cabana seja transformada em uma pequena caixa. Ou seja, durante a condução a visão traseira fica desobstruída e há menos suscetibilidade a ventos cruzados. Além disso, ainda é prática – apenas três minutos é o tempo necessário para montá-la.

Já disponível em dois modelos, Compacto e Central, está em desenvolvimento uma terceira versão da cabana – confortável para abrigar duas pessoas. O Scout Compact desdobra-se até 60x190cm, dando ao ciclista apenas espaço suficiente para se deitar. Já o Scout Center é um pouco maior, com um espaço de dormir de 90x190cm.

“O Scout é construído com uma estrutura leve de última geração projetada para economizar peso e aumentar a eficiência dos recursos. Assim, há economia de matéria-prima, custos e energia na fabricação, além de reciclagem”, explica a empresa.

Acessórios, como kits de painel solar, são vendidos separadamente pela CreaCon. 

Oportunidade

A agência ViajaNet revelou oportunidades para o turismo –  setor altamente impactado pela pandemia. Segundo pesquisa conduzida pela agência, a tendência é o ecoturismo combinado com viagens locais. A preferência é que as viagens sejam mais rápidas, isoladas e ecológicas. 

Neste contexto, tanto para o cotidiano como para cicloviagens, a bicicleta tem sido incentivada. Afinal, é um transporte individual que ajuda a manter a distância segura, além de não apresentar custos diários e ser um veículo não poluente. 

“O fato da bicicleta ser ecologicamente correta, barata, saudável e muitas vezes o meio de transporte mais rápido em áreas urbanas está ganhando cada vez mais adeptos. Mas também fora das áreas urbanas, as pessoas que viajam de bicicleta de forma individual e sustentável, fora do turismo de massa, reconhecem sua responsabilidade não apenas de aproveitar sua própria viagem de bicicleta no momento atual, mas de se comportar de forma que isso continue sendo possível no futuro”, salienta a CreaCon.