- Publicidade -

Amantes do meio ambiente se reuniram por uma mesma causa: deixar as cidades mais verdes e amigáveis para as pessoas. O grupo, coordenado pelo Novas Árvores Por Aí, conseguiu viabilizar um projeto de revitalização de uma triste e árida praça, localizada em Taboão da Serra, região metropolitana de São Paulo.

Dividida em duas por uma rua, a Praça Restinga Seca parecia apenas dois grandes canteiros, com a presença de raríssimas árvores. O local não trazia lazer e nem estrutura para a comunidade densamente populosa que vive em seu entorno.

Certo dia, Lincoln Ferreira, morador da região, imaginou que aquele pedaço de verde poderia ser melhor aproveitado. Ele avisou os coletivos de plantio e conseguiu viabilizar, através de um ofício da Prefeitura de Taboão da Serra, a licença para o projeto de revitalização das praças com o plantio de diversas árvores nativas.

- Publicidade -

O Novas Árvores por Aí foi o responsável pelo desenho e coordenação do projeto, mas houve também a participação de outros coletivos como o Anjos da Mata Atlântica, o Ressavanar e de outros ambientalistas que ajudaram a viabilizar o projeto tanto financeiramente, como botando a mão na massa. 

Vista aérea da Praça da Restinga, Taboão da Serra (SP)
Vista aérea da Praça da Restinga, Taboão da Serra (SP) | Foto: Novas Árvores Por Aí

Plantio de espécies nativas

Por meio da iniciativa totalmente voluntária, foram plantadas em torno de 40 mudas de árvores já formadas (algumas delas com médio porte). Para compor o paisagismo local, foram selecionadas 18 espécies, todas nativas da Mata Atlântica. Entre elas estão presentes figueira-do-brejo, jerivá, jatobá, paineira-rosa, pau-viola, manacá-da-serra e jequitibá-lilás.

Voluntários participando da ação carregando árvores
Voluntários participando da ação. | Foto: Novas Árvores Por Aí

“Foi muito legal que nós pudemos contar com a comunidade local. As pessoas que moram no entorno das praças participaram e ficaram super animadas com a possibilidade das melhorias com as intervenções”, contou Nik Sabey, do Novas Árvores Por Aí, ao CicloVivo. “Além do plantio, a praça vai abrigar outras intervenções como jardins de chuva, parquinho, bancos com encosto e mesa de piquenique”, completa o ambientalista.

pessoas plantando na praça
Plantio comunitário | Foto: Novas Árvores Por Aí
voluntários carregando árvores para plantio comunitário
Plantio comunitário | Foto: Novas Árvores Por Aí

A praça tem cerca de 2.000m2. Na fase inicial do projeto, o plantio foi feito somente em uma das partes. Nas próximas etapas, que ainda precisam ser viabilizadas, o plantio será feito em ambas.

Vista aérea do local onde foi realizado o plantio
Vista aérea do local onde foi realizado o plantio | Foto: Novas Árvores Por Aí
croqui do projeto de paisagismo da praça - Nik Sabey, Novas Árvores Por Aí
Croqui do projeto de paisagismo da praça – Nik Sabey, Novas Árvores Por Aí

Para participar desse e dos próximos plantios fique ligado nas redes do @novasarvoresporai.

LEIA TAMBÉM

- Publicidade -