frutas vegetais plastico espanha
Foto: Pixabay
- Publicidade -

A Espanha decidiu proibir a venda de frutas e vegetais em embalagens plásticas em supermercados. O decreto foi elaborado pelo Ministério de Transição Ecológica da Espanha e entrará em vigor em 2023.

A proibição de embalagens plásticas para frutas e vegetais será aplicada a produtos com peso inferior a 1,5 kg. O decreto também inclui medidas para encorajar os consumidores a comprar frutas e vegetais avulsos.

O objetivo é “combater o uso excessivo de embalagens da maneira mais eficaz”, disse um porta-voz do ministério ao El País, acrescentando que a poluição do plástico “ultrapassou todos os limites”.

- Publicidade -

Guerra contra o plástico

Além de banir embalagens plásticas para frutas e vegetas, o decreto inclui outras medidas:

  • Tornar 100% das embalagens recicláveis ​​até 2030
  • Proibir a distribuição de copos descartáveis em eventos públicos
  • Reduzir pela metade a venda de garrafas plásticas
plastico frutas vegetais
Foto: Oren Elbaz | Unsplash

Além disso, está previsto na lei regras que obriguem as autoridades a incentivar a instalação de bebedouros em espaços públicos, introduzindo alternativas à venda de bebidas engarrafadas.

Representantes de grupos ambientalistas saudaram a proibição, mas acrescentaram que o governo espanhol não está agindo rápido o suficiente para acabar com a poluição por plásticos. “Bebemos plástico, comemos plástico e respiramos plástico”, disse Julio Barea, do Greenpeace, ao El País.

A medida visa incorporar as regras da União Europeia à legislação espanhola e segue uma legislação semelhante na França que entrará em vigor no próximo ano. Segundo o Ministério de Transição Ecológica, a Espanha gera 1,6 milhão de toneladas de resíduos de embalagens plásticas por ano e recicla menos da metade.

- Publicidade -