jatai abelha sem ferrão
Jataí, espécie de abelha sem ferrão | Foto: SIMA
- Publicidade -

No sábado, 21 de maio, a partir das 13h, o Sesc Itaquera promove atividades em comemoração ao Dia Mundial da Abelha, celebrado nesta sexta-feira, 20 de maio. A data foi estabelecida pela ONU – Organização das Nações Unidas em 2017 para evidenciar a importância das abelhas para a sobrevivência de diversas espécies e para conservação de habitats no mundo todo.

Vale lembrar que as abelhas – cada vez mais ameaçadas pelas ações humanas – são responsáveis por grande parte da polinização necessária para produção de alimentos.

abelhas sem ferrão
Abelha Jataí. | Foto: Luis Carlos Martinelli | CC 4.0

Com a participação de representantes do poder público e sociedade civil, a programação do Sesc conta com a roda de conversa Abelhas sem Ferrão, na qual serão apresentadas as diversas espécies de abelhas que existem, a diferença dos méis produzidos por elas e seus subprodutos, além do debate sobre a conservação desse inseto fundamental para nossa sobrevivência.

- Publicidade -

Entre os facilitadores estão: Carol Matos, ecóloga e especialista ambiental na Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo; Gustavo Feliciano Alexandre, gestor da Área de Proteção Ambiental Parque e Fazenda do Carmo; e Danilo Bifone, fundador do coletivo Muda Mooca.

No mesmo dia, uma atividade de degustação de méis apresenta toda uma da variedade existente desse alimento produzido pelas mais de 300 espécies de abelhas nativas sem ferrão existentes no Brasil, como mandaçaia, uruçu, jataí e tiúba.

Em seguida, o público poderá participar de uma caminhada para conhecer o Meliponário do Sesc Itaquera, local destinado à instalação de colmeias de abelhas sem ferrão. Este é o novo espaço do polo de educação ambiental do Sistema Agroflorestal na unidade, onde será possível observar como as abelhas se instalam e organizam sua produção de mel.

mel picadas de insetos
Foto: Pixabay

Ações educativas em sustentabilidade

Com 350.000m2, o Sesc Itaquera está inserido numa Área de Proteção Ambiental, que abriga o maior remanescente da Mata Atlântica da zona leste do município de São Paulo, a APA Parque e Fazenda do Carmo. Nesta área, é possível encontrar grande variedade de flora e fauna nativa.

Suas instalações contam com cinco espaços ao ar livre, nos quais são oferecidas mensalmente atividades educativas nas áreas de meio ambiente e sustentabilidade que estimulam a convivência e o contato com a natureza, o protagonismo e a participação do público nas ações, além de promover novas descobertas e conhecimentos

Dentre as atividades realizadas estão o plantio de sementes e mudas, trilhas e caminhadas ecológicas, além de cursos e oficinas com a temática ambiental.

  • Roda de conversa Abelhas sem Ferrão: com Carol Matos, Gustavo Feliciano Alexandre e Danilo Bifone | Dia 21/5, sábado, das 13h às 14h30 | Local: Café Aricanduva
  • Degustação de méis: com Abelha Nativa | Dia 21/5, sábado, 13h às 14h30 | Local: Café Aricanduva
  • Caminhada até o Meliponário: com agentes ambientais do Sesc Itaquera| Dia 21/5, sábado, a partir das 14h30 | Saída: Café Aricanduva

Recomendações

  • Usar máscaras, além de manter o distanciamento físico
  • Usar calçados fechados e leves para caminhada
  • Usar repelente
  • Levar uma garrafa com água
abelhas sem ferrão
Foto: Bibafu | CC 3.0

LEIA MAIS:

- Publicidade -