abelha cavidade
- Publicidade -

Um abrigo bom para abelhas que ao mesmo tempo é ergonômico e fácil de manejar por apicultores. Assim é o HIIVE, um dos projetos vencedores do James Dyson Award, prêmio internacional de design.

O sistema é baseado no comportamento natural da Apis Mellifera. Tais abelhas preferem habitar em refúgios arredondados e com bom isolamento, naturalmente encontrados em cavidades de árvores. Tendo essa premissa em mente, o designer Philip Potthast, da universidade HTW Berlin, na Alemanha, criou uma inusitada casinha feita de materiais sustentáveis e com sensores de baixo consumo energético. 

A princípio sua ideia era apenas projetar caixas de abelhas mais ergonômicas, porém, a tese em Desenho Industrial levou Potthast a realizar um ano de pesquisa e estudos acompanhando o trabalho de vários apicultores. Foi quando se deparou com o tratamento químico usado contra o ácaro Varroa. Matar o maior inimigo das abelhas requer usar substâncias que afetam diretamente o comportamento das abelhas. Tal experiência, que ele caracteriza como chocante, lhe abriu os olhos para o fato de que havia uma questão mais séria a ser resolvida na apicultura do que a ergonomia.

- Publicidade -

O designer uniu-se a Fabian Wischmann, experiente na área de startups e administração de negócios, para focar na “saúde” das abelhas. Era preciso evitar que abelhas fossem contaminadas e foram os cientistas que apontaram o maior problema das caixas de abelhas convencionais: o microclima.

Seu produto, o HIIVE, foi projetado para replicar o ambiente de uma cavidade de árvore – que é o habitat natural da abelha-europeia. Desta forma, os apicultores podem manter suas abelhas de forma mais natural em comparação com as colmeias tradicionais.

A estrutura possui geometria semelhante a cavidades naturais e é fabricada com plástico reciclado e uma capa de tecido para proteção contra intempéries. Também é isolado com lã de cânhamo, térmico natural, e uma película adicional para controle de umidade. “Graças ao isolamento os  insetos têm que usar menos energia para aquecer ou resfriar a casa, esse ‘tempo de lazer’ tem efeitos positivos no comportamento”, afirma o designer. 

O modelo tem baixo custo de fabricação e pode ser produzido em escala industrial. Neste momento 10 protótipos estão sendo testados em campo.

Leia também:

Ikea libera projeto de casinhas para abelhas

- Publicidade -