melhores cidades para pedalar
Foto: Viktor Kern | Unsplash

A empresa alemã Coya realizou um estudo onde analisou quais as condições de ciclismo em 90 cidades de todo o mundo. No top 10 estão cidades do norte europeu e Hangzhou, capital da província chinesa de Zhejiang.

Intitulado Bicycle Cities Index 2019, o ranking leva em consideração 16 indicadores em seis categorias principais: clima, uso de bicicletas, crime e segurança, infraestrutura, sistemas de compartilhamento e eventos, como o Dia Sem Carro.

No topo do ranking está a cidade de Utrecht como a mais propícia para bicicletas no mundo. Amsterdam também figura entre as 10 primeiras. Em comum, ambas estão na Holanda, país que se destaca pelo grande número de ciclistas. Utrecht aliás, inaugurou, em 2017, o maior estacionamento de bicicletas do mundo.

cidades para bikes
Foto: Febiyan | Unsplash

Também é destaque a Alemanha com três cidades entre as mais bike friendly do mundo. A única cidade brasileira na lista é São Paulo, que ficou na 76ª posição.

Veja o top 10:

  • Utrecht, Holanda
  • Munster, Alemanha
  • Antuérpia, Bélgica
  • Copenhague, Dinamarca
  • Amsterdam, Holanda
  • Malmo, Suécia
  • Hangzhou, China
  • Bern, Suíça
  • Bremen, Alemanha
  • Hannover, Alemanha
cidades bike friendly
Foto: Emil Widlund | Unsplash

A pontuação detalhada de cada cidade e os requisitos que elas cumprem você confere no Bicycle Cities Index 2019. Por lá, você também encontra as 90 cidades apontadas no estudo.

Recentemente, o CicloVivo destacou uma pesquisa que revela um possível aumento de ciclistas no pós-pandemia. Infelizmente, tal ensejo não vem acompanhado de políticas públicas que estimulem o uso do modal. Aprofundar-se nas questões de mobilidade urbana nos torna mais aptos a tecer críticas e cobranças por cidades mais amigáveis a ciclistas e pedestres. Cidades mais humanas ou, como cunhou o arquiteto e urbanista dinamarquês Jan Gehl, cidades para pessoas.