#RotasAirbnb
Imagem: Divulgação | Airbnb
- Publicidade -

O Airbnb, plataforma de compartilhamento de lares e experiências de viagem, lançou o #RotasAirbnb. Trata-se de uma série de oito roteiros com ideias de passeios sustentáveis em destinos turísticos cercados de belezas nativas do Brasil. As sugestões são ideais para quem curte aventura ou descanso em contato com a natureza, valorizando a gastronomia e cultura locais. 

O projeto oferece orientações para “viagens autênticas”, segundo a plataforma, mas que respeitam o meio ambiente e a segurança do viajante. A descentralização dos destinos é estratégica para o desenvolvimento do turismo no Brasil e permite aos viajantes uma maior conexão com as comunidades locais, além de criar grande impacto na geração de renda nas cidades.

Com o apoio da Fundação SOS Mata Atlântica, da Grape ESG e do OBSERVATÓRIO Nacional de Segurança Viária, as #RotasAirbnb são ótimas opções para quem busca um refúgio mais perto da natureza, em destinos ainda pouco conhecidos pelos brasileiros:

- Publicidade -
  • Costa do Cacau (Ilhéus – BA). Uma das mais ricas reservas da Mata Atlântica, com vastos coqueirais e manguezais, conta com diversas fazendas ao redor das pequenas cidades. Lagoas, rios e cachoeiras também se destacam entre as belezas naturais da região.
Mapa – Costa do Cacau
  • Alter do Chão (Santarém – PA). Em meio à imensidão da flora e fauna amazônica, as águas mornas e transparentes de praias que se formam nas margens do Rio Tapajós na temporada seca, entre agosto e janeiro, convidam o viajante a desacelerar e contemplar a natureza. Conhecida como o “Caribe Amazônico”, Alter do Chão é também uma imersão na cultura paraense, com atrações para quem quer conhecer os sabores, a arte e as músicas típicas do estado.
Mapa – Alter do Chão
  • São Miguel do Gostoso (Touros – RN). Na esquina do Brasil, esta rota é o destino perfeito para admirar as mais belas praias do litoral do Rio Grande do Norte e suas extensas faixas de areia. O clima bucólico de rios, lagoas e mangues divide espaço com a dose certa de lojas e restaurantes charmosos para os que gostam de um pouco mais de agito. Já os ventos fortes e constantes são a atração principal para velejadores, wind e kitesurfistas.
Mapa – São Miguel do Gostoso
  • Rota da Pedra Azul (Domingos Martins – ES). Entre as montanhas capixabas, a Pedra Azul, um impressionante monólito arredondado a 1.822 metros de altitude em meio a uma coleção de belezas naturais, é uma das principais atrações. O charme serrano é garantido por restaurantes, cafés e estabelecimentos rurais que convidam a provar queijo fresco, colher morangos e tomar um café especial.
Mapa – Rota da Pedra Azul
  • Circuito das Águas (São Lourenço – MG). Nesta rota, as águas são as estrelas da viagem. As fontes de águas minerais com propriedades terapêuticas atraem visitantes há mais de um século. Também há múltiplos rios que deságuam em cachoeiras entre os morros da Serra da Mantiqueira, que proporcionam trilhas e mirantes. As igrejas históricas e a gastronomia dão o toque mineiro à experiência.
Mapa – Circuito das Águas
  • Serra dos Órgãos (Teresópolis/Petrópolis – RJ). Mais de 200km de trilhas em todos os níveis de dificuldade, incluindo o Circuito das Bromélias, com poços e cachoeiras. Para quem busca um pouco mais de aventura, a Trilha Castelos do Açú tem diversas opções de trekking e escalada. A Rota também inclui as cidades de Teresópolis e Petrópolis, com casarões históricos, festivais culturais, fábricas de cerveja artesanal e restaurantes com chefs premiados.
Mapa – Serra dos Órgãos
  • Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira – PETAR (Iporanga/Apiaí – SP). Entre os estados de São Paulo e do Paraná, esta rota é um convite e tanto aos mais aventureiros. O Parque é reconhecido pela UNESCO como patrimônio da humanidade e inclui um complexo de cavernas, sendo um dos mais bonitos do país, com suas trilhas e cachoeiras em meio à exuberante vegetação da Mata Atlântica.
Mapa – PETAR

Rota dos Cânions (Cambará do Sul – RS). Esta rota impressiona pela natureza preservada e seus desfiladeiros. Mirantes com vistas vertiginosas, rios mansos, cachoeiras e poços cristalinos fazem parte das atrações. Além de apreciar as belezas naturais, é possível se deliciar com as tradições regionais, como o churrasco em fogo de chão, o mel de árvores nativas e as mantas quentinhas feitas manualmente no tear.

Mapa – Rota dos Cânions

Viagem e pandemia

Os últimos dois anos provocaram grandes mudanças nas vidas das pessoas e a maneira como elas viajam também mudou. As pessoas se tornaram mais flexíveis no momento de escolher o local e o período da viagem e descobriram novos destinos, principalmente dentro do Brasil. Em 2022, de acordo com dados internos, as viagens domésticas continuam fortes e representam mais da metade das noites reservadas no primeiro trimestre de 2022 para estadias de junho a agosto, superando os níveis do mesmo período de 2019. A escolha dos destinos pelos brasileiros, muitas vezes é para locais a até 500 km dos centros urbanos, para ir de carro com a família.

“Estamos certos de que o incentivo para que mais brasileiros conheçam a riqueza natural do Brasil trará oportunidades sociais e econômicas, além de ser um importante incentivo para a proteção e recuperação de nossas florestas. A parceria da SOS Mata Atlântica na iniciativa #RotasAirbnb reforça que é possível ser sustentável e respeitar nossa natureza em todos os setores econômicos, inclusive no turismo”, afirma Afra Balazina, diretora de comunicação e mobilização da SOS Mata Atlântica.

Para encontrar mais informações sobre as #RotasAirbnb, como detalhes de cada um dos destinos, histórias sobre as comunidades locais, pontos turísticos e experiências, acesse aqui.

LEIA MAIS:

- Publicidade -