óleos essenciais aromaterapia
Os óleos essenciais podem ser usados juntos ou misturados, para os mais diversos fins. Foto: iStock
- Publicidade -

Existem muitas maneiras naturais de cuidar da saúde do corpo e da mente. Entre elas estão os óleos essenciais, substâncias naturais hiper concentradas, extraídas de todas as partes das plantas – às vezes das flores, das folhas, dos caules, das hastes, das cascas ou das raízes.

Os óleos essenciais trazem inúmeros benefícios e cada um tem funções bastante específicas. Justamente por se tratar de substâncias potentes e super concentradas, é fundamental consultar especialistas antes do uso e seguir corretamente todas as instruções.

Gicele Brandão, líder de Inovação da Positiv.a, explica que cada um dos óleos da marca traz benefícios diferentes que podem nos ajudar a melhorar a qualidade de vida auxiliando em situações e sintomas específicos.

- Publicidade -
óleos essencais
Foto: Pixabay

Com a popularização dos óleos essenciais, muitas marcas surgiram no mercado. Mas, para garantir que estamos nos tratando com produtos realmente naturais, com componentes extraídos de forma sustentável, é importante verificar a origem e reputação da marca. Dessa forma garantimos que o produto vai ser positivo para o nosso uso pessoal e para o planeta.

Segundo Gicele, os óleos essenciais da linha de autocuidado da Positiv.a são todos orgânicos e produzidos no Brasil em sistema agroflorestal. Ao contrário das monoculturas, uma agrofloresta confere ampla diversidade de espécies, misturando agricultura com floresta. 

“Todos os nossos óleos são acompanhados de um folheto  com dicas de como usar. Para ser um produto ecológico e circular,  nossa embalagem é de vidro âmbar, com tampa de metal e rótulo serigrafado. Após o uso a embalagem pode ser reutilizada ou reciclada”, completa.

Gicele explica quais são os benefícios de alguns óleos essenciais e as indicações de uso. Confira!
óleos essenciais
Foto: Positiv.a

Lavandin

Alivia os sintomas da ansiedade, insônia e depressão. É antisséptico e antifúngico. O óleo de Lavandin também é bom para aliviar dores de cabeça, enxaqueca, má digestão, cólica, gases e sintomas de asma e bronquite. Tem efeito inseticida e pode afastar sarnas e piolhos.

O produto também pode ser usado para aliviar coceira, como neuroprotetor, relaxante e recomendado para ajudar na cicatrização de queimaduras, cortes e feridas.

Modo de uso:

  • Para combater ansiedade e dificuldade para dormir: aplique 1 gota do Óleo Essencial de Lavandin no travesseiro ou 3 gotas em uma aromatizador elétrico com 10mL de água. Pode ser usado durante a gestação, parto, pós parto/puerpério e para o bebê.
  • Picadas, ferroadas e queimaduras leves: aplique diretamente sem diluir. Para tratamento de piolhos aplique no couro cabeludo junto com ecopad de algodão. 
  • Para aliviar dor de ouvido: pingue 2 gotas de Óleo Essencial de Lavandin em um ecopad ou pedaço de tecido e coloque no ouvido.
  • Tensão muscular: durante o banho quente à noite aplique 5 gotas na parede do box ou banheira. Ou faça um escalda pés com 5 gotas para 1L de água. Depois massageie os pés com manteiga de cupuaçu ou Óleo de Gergelim e uma gota de Lavandin.  
óleos essenciais
Foto: Positiv.a

Melaleuca (Tea Tree)

Esse óleo pode ser usado para prevenir a acne, como anti-inflamatório, antibacteriano, antiséptico, antifúngico, antiviral, cicatrizante, estimulante imunológico, purificante, refrescante e revitalizante.

Modo de uso:

  • Garganta inflamada, afta ou gengivite: em 100mL de água, pingue 3 gotas de Óleo Essencial de Tea Tree e faça bochecho e gargarejo três vezes ao dia durante 5 dias.
  • Para dores de ouvido: pingue 1 gota no ecopad de algodão e coloque sobre os ouvidos por 30 minutos três vezes ao dia durante 3 dias.
  • Estimulante imunológico: pingue 2 gotas em um colar difusor, lenço ou na gola da roupa; ou 10 gotas em um difusor de ambientes. Para inalação, pingue até 5 gotas numa tigela com água quente. Cubra a cabeça com uma toalha e respire o vapor por 5 minutos.
  • Acne: passe apenas 1 gota do Óleo de Tea Tree puro direto sobre a espinha. Se sua pele estiver com muita acne, dilua 2 gotas em 10mL de Óleo de Amêndoas ou Gergelim e aplique no rosto todo antes de dormir. Repita o processo até que as espinhas sequem.
  • Candidíase: dilua 1 ou 2 gotas de Óleo Essencial de Tea Tree em 100mL de água. Faça 20 minutos de banho de assento uma vez ao dia por 5 dias. Pessoas com pele sensível devem aumentar a diluição. Não é indicado o uso do óleo puro sobre pele ou mucosa, tampouco fazer durante a gestação, menstruação e com feridas abertas.

Menta

O óleo essencial de menta tem efeito antibacteriano, analgésico, anti-inflamatório bucal e antifúngico. Pode aliviar dores de cabeça, flatulência, cólica, enjoo, náusea, má digestão, e os sintomas de gripe, resfriado e tosse. Além de ter efeito refrescante.

Modo de uso:

  • Problemas respiratórios: para rinite alérgica, resfriados, tosse seca, sinusite, bronquite, ferva 500mL de água até soltar fumaça. Despeje em uma bacia e pingue 3 gotas do Óleo Essencial de Menta na água, inale até terminar a fumaça, sempre com os olhos fechados. Ao término, evite friagem.
  • Dor de cabeça: dilua 2 gotas de Óleo Essencial de Menta em qualquer Óleo Hidratante e massageie com movimentos circulares sua nuca, testa, têmporas e ombros. Evitar exposição ao sol.
  • Gengiva inflamada, mau-hálito, enjoo e náusea: dilua 2 gotas em 200mL de água morna e faça bochechos e gargarejos. Não engula.
  • Má digestão, flatulência e cólicas: dilua 2 gotas de Óleo Essencial de Menta em qualquer Óleo Hidratante e massageie com movimentos circulares a região abdominal. Para enjoo e náusea, inale o óleo diretamente no vidro. 
óleos essencais
Foto: Positiv.a

Citronela

Conhecido por ser um ótimo repelente a insetos, o óleo de citronela também pode ser usado com efeito antifadiga, anti-inflamatório, antimicrobiano, antisséptico e bactericida. Além de aliviar sintomas da gripe, resfriado e tosse.

Modo de uso:

  • Repelente para o corpo: 2 colheres de sopa de Óleo Hidratante de Amêndoa, 2 colheres de sopa de óleo de coco líquido, 20 gotas de Óleo Essencial de Citronela, 5 gotas de Óleo Essencial de Eucalipto, 5 gotas de Óleo Essencial de Lavandin em 250mL de álcool de cereais. Coloque em um frasco com tampa spray e aplique sobre a pele.
  • Ação repelente em ambientes internos: dilua 5 gotas do Óleo Essencial de Citronela em 1 colher de chá de água e aplique em um aromatizador interno.
  • Para ação bactericida e remover odores indesejados de ambientes: dilua 10 gotas de Óleo Essencial de Citronela em 200mL de álcool e aplique com borrifador ou pano úmido pelas superfícies desejadas. Bom para remover odores de urina animal. Não aplicar em madeira.

Eucalipto

O óleo de eucalipto traz alívio para dores nas articulações, efeito analgésico e antisséptico. Pode ser usado para aliviar dores de garganta e de ouvido. Ele também estimula o fluxo sanguíneo local, é um expectorante, e por isso, recomendado para quem tem sinusite e bronquite, além de também ser um ótimo repelente a insetos.

Modo de uso:

  • Repelente a insetos em ambientes internos e purificação do local: dilua 5 gotas do Óleo Essencial de Eucalipto em 1 colher de chá de água e aplique no aromatizador elétrico. Na sauna seca, aplique algumas gotas direto sobre as pedras quentes.
  • Sinusite: aplique 2 gotas de Óleo Essencial de Eucalipto em 5mL de Óleo Hidratante de Gergelim ou Amêndoas e massageie os seios da face com movimentos delicados, sempre do centro para as laterais. Evitar exposição ao sol.
  • Alívio de dor nas articulações: faça um escalda pés com 5 gotas do Óleo Essencial de Eucalipto para 1L de água. Depois massageie os pés com manteiga de cupuaçu ou Óleo de Gergelim e mais 1 gota de Eucalipto.
  • Inalação para resfriados, bronquite e descongestionar as vias respiratórias: Ferva 1 litro de água até soltar fumaça. Despeje em uma bacia e pingue 5 gotas do Óleo Essencial de Eucalipto na água, inale até terminar a fumaça, sempre com os olhos fechados. Ao acabar, evite friagem.
óleos essenciais
Foto: Positiv.a

IMPORTANTE

Antes de usar qualquer produto, seja ele natural ou não, é fundamental se certificar que não existe nenhuma alergia ou intolerância aos princípios ativos.

O uso de óleos essenciais não substitui uma consulta médica e deve ser acompanhado por orientações de especialistas. Caso os sintomas persistirem, é importante procurar um profissional da área de saúde.

LEIA MAIS:

- Publicidade -