A presença do peixe Channa argus, conhecido como cabeça-de-cobra, está preocupando as autoridades de Nova York, nos Estados Unidos. Isso porque a espécie é perigosa e possui características que facilitam sua rápida reprodução.

Em certas condições, ele consegue respirar fora d'água por alguns dias e ainda pode “andar” na superfície terrestre. O peixe está no lago artificial do Central Park, mas, com essas habilidades, ele pode sair do local em busca de comida.

O peixe asiático é considerado um predador perigoso. Ele come animais de pequeno porte, como sapos, tartarugas e alguns crustáceos, sendo uma ameaça para o ecossistema do parque. Pode ter até um metro de comprimento na fase adulta e é encontrado na Rússia, na Coreia do Sul e na China.

Além dessas características, o cabeça-de-cobra coloca uma grande quantidade de ovos em pouco tempo. Não se sabe como a espécie chegou até o local, apesar de já ter sido vista em outras regiões dos Estados Unidos.

Cartazes foram espalhados pelo Central Park para avisar os visitantes e recomendar que mantenham a espécie em um recipiente seguro, caso encontrem um exemplar na região.

“Os avisos são apenas para que as pessoas saibam que esse peixe está aqui (no parque) e que, se elas o encontrarem, por favor, não o devolvam para a água. Isso ajuda a população a tomar consciência de que há coisas no lago que não deveriam estar lá", disse Melissa Cohen, gerente do Departamento de Pesca de Conservação Ambiental à NBC. Com informações da UOL.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.