- Publicidade -

Após sofrerem com as reivindicações feitas por ativistas ambientais de todo o mundo, os japoneses suspenderam temporariamente a caça às baleias na Antártida. Conforme anunciado pela Agência de Pesca do Japão, existe a possibilidade de que a missão seja concluída antes do prazo previsto.

A caça a esses animais para fins comerciais é proibida internacionalmente desde 1986. Mesmo assim, alguns países que não aceitam a medida continuam com a prática, como é o caso dos japoneses que caçam alegando destinar os animais para finalidade científica.

Ações de ambientalistas lutando contra essa prática são comuns há alguns anos. Desta vez a ONG Sea Shepherd Conservation Society decidiu protestar e ainda perseguir a frota japonesa para tentar frear a caça.

- Publicidade -

A mobilização parece ter dado certo, conforme explicado por Tatsuya Nakaoku, funcionário da agência de pesca, que informou que o navio-fábrica “Nisshin Maru” suspendeu as operações no dia 10 de fevereiro, para garantir a segurança da tripulação.

O governo japonês estuda obrigar as frotas a retornarem antes do mês de março, quando a missão normalmente chega ao fim. Com informações da Exame Online.

Redação CicloVivo

Siga as últimas notícias do CicloVivo no Twitter

- Publicidade -